Geral | Nova remessa

Maranhão recebe mais 31,5 mil doses de vacina da Pfizer contra Covid-19

Imunizantes estão sendo distribuídos pelo Ministério da Saúde e devem ser aplicados em até cinco dias, tendo em vista a questão da refrigeração
11/05/2021
Maranhão recebe mais 31,5 mil doses de vacina da Pfizer contra Covid-19Avião solidário com doses de vacina da Pfizer para distribuição no país (Divulgação)

O Maranhão receberá mais um lote, desta vez com 31.519 doses, da vacina contra a Covid-19 produzida pela Pfizer/BioNTech. O total da remessa para os 26 estados e o Distrito Federal é de 1,12 milhão de doses. A distribuição, feita pelo Ministério da Saúde, começou ontem. As doses são destinadas para a primeira aplicação em pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e pessoas com deficiência permanente. As 27 unidades da federação recebem o imunizante de forma proporcional e igualitária.

A logística de distribuição das vacinas da Pfizer foi montada levando em conta as suas condições de armazenamento, que possuem particularidades diferentes dos demais insumos adquiridos e distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

No Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos, as doses estão armazenadas a uma temperatura de -90°C a -60°C. Ao serem enviadas aos estados, as vacinas estarão expostas a temperatura de -20°C. Nas salas de vacinação, onde a refrigeração é de +2 a +8°C, as doses precisam ser aplicadas em até cinco dias.

Capitais

Em função disso, o Ministério da Saúde orienta que, neste momento, a vacinação com o imunizante da Pfizer seja realizada apenas em unidades de saúde das 27 capitais brasileiras, de forma a evitar prejuízos na vacinação e garantir a aplicação da primeira e segunda doses com intervalo de 12 semanas entre uma e outra.

A estratégia de distribuição de vacinas Covid-19 é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios.

Intervalo

Para o grupo que está sendo imunizado com a vacina da Pfizer, o intervalo entre as duas doses deve ser de 12 semanas, segundo recomendação do Ministério da Saúde.

Poderão ser vacinadas pessoas desse grupo com idade entre 18 e 59 anos, que atendem a orientação do Plano Nacional de Imunização. É necessário apresentar, no momento da vacinação, o relatório médico ou laudo que comprove a comorbidade.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte