PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

07/05/2021

Não há pranto que chegue
No dia 26 de março acordei com esta mensagem no Whatshapp do jovem Padre João Dias Rezende: “Bom dia, querido amigo! Passando para comunicar que estou com Covid. Estou bem, medicado, seguindo o tratamento em casa. Desde já agradeço as orações e amizade! Estou nas mãos de meu Boníssimo e Amantíssimo Jesus, de minha Amantíssima Mãe Maria Santíssima e de meu Bom e Amado pai São José. O que Deus permitir eu aceito de bom grado. Viver é Cristo, morrer é lucro, já nos ensina o Apóstolo. Unidos em oração. Como dizia minha amada Santa Madre Teresa de Jesus: Deus lhe pague! Forte abraço virtual!”.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte