Esporte | Sem graça

Sampaio empata em jogo "sonolento" pelo Estadual na estreia de Daniel Neri

Duelo válido pelas semifinais da competição terminou sem gols na estreia do comandante português no Tricolor; Pinheiro ainda perdeu um pênalti
Eduardo Lindoso/ Editor de Esportes 03/05/2021 às 18h06
Daniel Neri estreou no comando do Sampaio Corrêa

SÃO LUÍS – Na estreia do técnico português Daniel Neri, o Sampaio Corrêa fez uma partida ruim e não saiu do zero com a equipe do Pinheiro, no primeiro confronto das semifinais do Campeonato Maranhense. O jogo, disputado na tarde desta segunda-feira, 3, no estádio Costa Rodrigues, em Pinheiro, foi extremamente “sonolento”, em um gramado encharcado por causa das chuvas que caíram na baixada maranhense neste início de semana. Juninho Bolt ainda desperdiçou um pênalti a favor do time da casa.

Próximo encontro

Agora esses times voltam a se encontrar, no sábado, 8, às 19h, no estádio Castelão, em São Luís, pelo segundo duelo valendo vaga na grande decisão. Se houver novo empate a decisão vai para os pênaltis. Moto Club e Juventude, que empataram por 1 x 1 no primeiro embate, duelam na sexta-feira, 7, às 15h30, no Nhozinho Santos. Destes dois confrontos saem os finalistas da edição deste ano do Estadual.

Sem chances, e sem gols

O início de jogo enganou que achou que teríamos uma boa partida, já que se trata de uma semifinal de Estadual. Mesmo fora de casa, o Sampaio Corrêa, de técnico novo, começou com o domínio das ações, ficando mais coma bola, porém sem criar chances de gols. Depois dos 10 minutos, o Pinheiro, com alguns aletas bastante nervosos, passou a entrar mais na partida, no entanto também sem produtividade. Sendo assim, até os 35 minutos de jogo os goleiros praticamente não tiveram trabalho, os lances mais perigosos eram apenas bolas alçadas na área.

Já no fim desta primeira etapa, os donos da casa ainda tentaram o gol, mas novamente esbarraram na defesa do Sampaio e na falta de inspiração dos homens de frente. O time da capital ainda contou com um erro de saída de bola do adversário, mas não aproveitou.

Sendo assim, tivemos um jogo sonolento e de pouca emoção. Nada de gols na primeira parte do confronto de 180 minutos.

Bolt desperdiça pênalti

Meia Rodrigo Andrade reestreou com a camisa do Sampaio

No início da segunda etapa, aos três minutos, o meia Márcio Diogo avançou pela esquerda e soltou uma bomba, que bateu na rede pelo lado de fora, um susto no goleiro Mota. Aos 10 minutos, o camisa 10 Rodrigo Andrade, que fez sua reestreia com a camisa do Sampaio, jogou a bola na área, Victor Oliveira cabeceou, mas Mateus defendeu com facilidade. Porém, até os 15 minutos nada de melhor aconteceu, e partida voltou a ficar morna. ]

Aos 18 minutos então veio a melhor chance da partida, pênalti para o Pinheiro. Árbitro enxerga mão na defesa do Sampaio, após lance de bate-rebate na área. Mas não foi desta vez que a rede balançou no Costa Rodrigues: Juninho Bolt pegou a bola, e bateu rasteiro, para fora. Nada de gol.

Após a penalidade, o Pinheiro perdeu um pouco do ritmo inicial que imprimiu no segundo tempo, apesar de várias substituições. O Sampaio, no contra-ataque, tentava surpreender, mas sem efetividade.

O tempo foi passando, o jogo ficou sendo “picotado”, com muitas faltas, e terminou como começou: 0 x 0. Melhor para o Sampaio, que decide a vaga em casa.

FICHA TÉCNICA

PINHEIRO 0 X 0 SAMPAIO

Local: Estádio Costa Rodrigues, em Pinheiro

Horário: 16h

Data: 3 de maio de 2021, segunda-feira

Árbitro - José Henrique de Azevedo Júnior

Assistentes - Elson Araújo da Silva e José Carlos de Jesus

PINHEIRO

Mateus; Júnior Gama, Pedrão, Magrão e Esquerdinha; Joel, Peterson e Márcio Diogo (Tiago Amaral); Raphael (Wirlem), Sibito (Daniel) e Bolt (Carlos André)

Técnico: João Carlos Ângelo.

SAMPAIO

Mota; Sávio (Yan), Joécio, Victor Oliveira e Erick Daltro; Pablo (Rodrigo Andrade), André Luiz e Eloir; Jajá ( Joanderson), Jefinho (Ciel) e Gabriel Popó (Dudu).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte