Geral | Dia das Mães

Hospital Materno Infantil sedia a campanha Adote uma mãe

A ideia é doar banheiras recheadas com itens como fraldas, cremes, lenços umedecidos e outros produtos de higiene
Com informações de assessoria03/05/2021 às 10h01
Hospital Materno Infantil sedia a campanha Adote uma mãeJcomp/Freepik

São Luís- Para algumas mães, a hora de sair da maternidade levando o filho para casa traz um medo além daquele que a maioria tem: de não saber cuidar do bebê. Para elas, ultrapassar os portões do hospital é a certeza de que, provavelmente, haverá necessidades simples da criança que não poderão resolver, como uma assadura ou mesmo os cuidados básicos de higiene.

Nenhuma mãe deve passar por isso! É o que os estudantes da Escola Adventista Monte Castelo entenderam durante as aulas sobre solidariedade e aplicaram no desenvolvimento do projeto Adote uma mãe, onde as crianças arrecadam entre familiares e amigos itens necessários para cuidados do bebê e das mães, após o parto.

As cestas montadas por eles - que na verdade são banheiras - começam a ser entregues no dia 7 de maio (sexta-feira) celebrando o Dia das Mães, e a iniciativa se estende durante o mês.

Cumprindo os protocolos de saúde vigentes, além do diretor e da coordenadora pedagógica, um aluno por vez participa da entrega e ele é o responsável por noticiar tudo aos colegas, fazendo toda a “cobertura jornalística da ação”. A ideia é que na volta a criança compartilhe com os colegas a emoção das mães que foram presenteadas, através de fotos, vídeos e entrevistas.

“O primeiro desafio era ter uma banheira para cada mãe que estivesse no hospital na semana do Dia das Mães. Mas, a empolgação deles é surpreendente, e vamos voltar ao hospital todas as semanas. Então, agora é o Mês das Mães”, explica Ben-Hur Vaz, diretor da escola.

No Hospital Materno Infantil há 14 leitos sempre ocupados por mães que acabaram de dar à luz, além de outras cujos filhos encontram-se em tratamento após o nascimento.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte