Geral | Emergência

Defesa Civil Nacional libera R$ 1,87 milhão para três cidades atingidas por desastres naturais

Ministério do Desenvolvimento Federal também reconheceu nesta sexta-feira a situação de emergência em 12 municípios do País
30/04/2021 às 16h30
Defesa Civil Nacional libera R$ 1,87 milhão para três cidades atingidas por desastres naturaisRio Mearim (Divulgação)

Brasília — O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou, nesta sexta-feira (30), o repasse de R$ 1,87 milhão para ações de defesa civil em duas cidades do Rio Grande do Sul e uma de Mato Grosso. A maior parte do apoio federal é destinada a Roca Sales (RS), que iniciará a reconstrução da pavimentação de duas importantes vias do município, bastante afetadas após enchentes e inundação. Doze cidades tiveram a situação de emergência reconhecida pelo MDR nesta sexta-feira, entre elas a cidade de Arari, no Maranhão.

A avenida General Daltro Filho foi a mais afetada. A obra deverá recuperar mais de 7 mil metros quadrados, com pavimentação, aterro, inclusão de dissipador de energia, passeio público, drenagem pluvial e sinalização viária. Também haverá intervenção na rua General Osório, uma das principais ligações da região com a serra gaúcha. Ao todo, o município contará com R$ 1,44 milhão para as obras, que vão beneficiar, diretamente, mais de 11 mil pessoas.

O município gaúcho de Igrejinha também receberá apoio federal para a recomposição de 283 metros de margem da rua Independência, na cabeceira da passarela que liga os bairros Moinho e Figueira. A estrutura foi afetada por uma enxurrada, causando impacto direto na vida de 2 mil pessoas. Serão aplicados R$ 288,88 mil na obra.

Em Cáceres (MT), o recurso será destinado à reconstrução de duas unidades habitacionais destruídas por vendaval. Para a obra, foi autorizado o repasse de R$ 138,99 mil.

Reconhecimento federal
Doze cidades tiveram a situação de emergência reconhecida pelo MDR nesta sexta-feira. Na região Norte, Alenquer e São João do Araguaia (PA) registraram ocorrência de enxurradas e chuvas intensas entre o final de março e início de abril. Mesma situação de Porto dos Gaúchos (MT), que decretou emergência no dia 31 de março, após fortes chuvas em todo o município.

No Sul e no Sudeste, tempestades provocaram emergência em Itapema (SC) e nas cidades mineiras de Além Paraíba, Lagoa Santa e Teófilo Otoni. Em Arari (MA), a população do município conviveu com inundações ocorridas após a cheia do Rio Mearim.

Em Palmácia (CE) e nas cidades baianas de Macururé, Ruy Barbosa e Valente, há registro de prolongado período sem chuvas. No município cearense, tanto a área urbana quanto a zona rural sofrem os impactos da estiagem, com falta de água inclusive para o consumo humano.

Com a publicação do reconhecimento federal, os municípios podem solicitar recursos para restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura danificada pelos desastres. Com base nas informações enviadas por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres Naturais (S2iD), a equipe técnica da Defesa Civil nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada Portaria no DOU com a especificação do valor a ser liberado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte