Cidades | Crise

Casas de eventos e buffets estão há três meses sem faturar em São Luís

Representantes do segmento relatam dificuldades financeiras durante a pandemia da Covid-19 e aumento de desemprego na área; cerca de 60% dos trabalhadores diretos e 80% dos indiretos perderam o trabalho
Bárbara Lauria / O Estado29/04/2021

São Luís – Com a chegada da segunda onda da pandemia da Covid-19 no Maranhão, eventos presenciais, festas e celebrações se tornaram uma realidade distante da população. Em fevereiro de 2021, o Governo do Maranhão suspendeu atividades de quaisquer eventos presenciais, com até 150 pessoas, medida que permanece em vigor devido à quantidade e ao número de casos ativos do vírus no estado. A medida afetou diretamente alguns setores, como o de entretenimento, que tiveram de suspender as atividades.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte