Esporte | Estadual 2021

Comandado por Márcio Diogo, Pinheiro vence o São José com tranquilidade

Experiente meia de 35 anos deu três passes na vitória do Búfalo, por 3 x 0, na tarde desta segunda-feira, 26; times disputam vaga nas semifinais
26/04/2021 às 17h52
Comandado por Márcio Diogo, Pinheiro vence o São José com tranquilidadeJogadores do Pinheiro celebram um dos gols no Nhozinho Santos (Matheus Dahsan / FMF)

SÃO LUÍS – Comandado pelo experiente meia de 35 anos, Márcio Diego, o Pinheiro venceu de forma contundente, por 3 x 0, o São José em duelo que vale uma vaga nas semifinais do Campeonato Maranhense. A partida da segunda fase do Estadual foi disputada, nesta segunda-feira, 26, no estádio Nhozinho Santos.

Novo encontro!

Essas duas equipes voltam a se encontrar na quinta-feira, 29, às 16h, no estádio Costa Rodrigues, na cidade de Pinheiro. Como venceu fora, o Búfalo pode perder por até dois gols de diferença para se classificar. Ao Peixe Pedra só resta vencer por, pelo menos, três gols de diferença, para tentar decidir a vaga nas penalidades, ou então vencer no tempo normal por quatro gols de diferença

Márcio Diogo “comeu a bola”

Meia, de 35 anos, que, inclusive, nasceu na cidade de Pinheiro, comandou a vitória da equipe do PAC. Saiu dele os três passes para os gols de Peterson, Sibito e Esquerdinha.

Pinheiro “mata” o jogo na 1ª etapa

Melhor time da primeira fase atrás apenas de Moto Club e Sampaio Corrêa, o Pinheiro mostrou sua boa fase neste primeiro tempo. No entanto, empolgado, e jogando em casa, o São José que teve a primeira boa chance. Aos sete minutos, Kléo cobrou boa falta, o goleiro Mateus apenas observou, e a bola explodiu na trave.

No entanto, a qualidade no setor ofensivo fez diferença e o pinheiro abriu o placar aos 15 minutos. Depois de uma boa jogada, Márcio Diego só ajeitou com carinho para Peterson, sem marcação, abrir o placar no Nhozinho Santos.

Aos 20 minutos saiu o segundo gol do time de Pinheiro. Novamente em jogada comandada por Márcio Diogo, que enfiou boa bola para Sibito. O camisa novo não perdoou e mandou uma bomba, Laert ainda fez a defesa, mas não conseguiu evitar que a bola entrasse no gol: 2 x 0.

Aos 27 quase o Peixe Pedra empata. Masset cobrou boa falta, mas Mateus fez uma boa defesa. No lance seguinte veio o terceiro gol do PAC. Márcio Diogo puxou contra-ataque e deu uma bola “com açúcar” para Esquerdinha só fuzilar para o fundo das redes: 3 x 0 para o Pinheiro e o São José completamente abatido.

Aos 35 o São José tentou mais uma vez com Keven, que acertou uma boa cabeçada, mas Mateus defendeu mais uma vez. Aos 48 Kléo bateu mais uma boa falta, desta vez explodiu no travessão, para lamento do experiente meia do Peixe Pedra.

E assim terminou a primeira parte deste confronto que vale uma vaga nas semifinais do Estadual

Peixe tenta, mas o Búfalo só administra

Precisando diminuir o prejuízo, o São José começou o segundo tempo partindo para cima, e só não empatou aos quatro minutos porque Dudu não caprichou na finalização, após boa bola de Masset. Aos 19 Dudu teve boa chance novamente, depois de cruzamento que passou muito perto do travessão de Mateus.

Aos 20 minutos Jô foi lançado e, depois de uma jogada individual, mandou um bom chute na direção do gol, mas Mateus, seguro, defendeu em dois tempos.

O Pinheiro, com um placar confortável, segurou seu ímpeto e o São José pouco conseguia construir no ataque, sendo assim, a partida caiu bastante de produção.

Aos 42 o Pinheiro ainda chegou, com Carlos André, que tentou marcar, mas finalizou fraco para defesa de Larte.

Já abatido e sem forças, o São José não assustou nos minutos finais e o Búfalo só administrou a boa vantagem que vai levar para o duelo de volta, que será na sua casa, o estádio Costa Rodrigues.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte