Cidades | Covid-19

Profissionais da educação privada e de São Luís serão vacinados nesta segunda

De acordo com a Prefeitura, serão imunizados professores da ativa que atuam na rede municipal de atenção básica da capital e profissionais do setor de escolas ou instituições particulares
Thiago Bastos / O Estado25/04/2021 às 14h06
Profissionais da educação privada e de São Luís serão vacinados nesta segundaProfessores integram grupo considerado prioritário na campanha (Divulgação)

Os profissionais da educação privada e de São Luís acima dos 50 anos de idade serão vacinados contra a Covid-19 nesta segunda-feira, dia 26. De acordo com a Prefeitura de São Luís, serão imunizados professores da ativa que atuam na rede municipal de atenção básica da capital, conforme lista encaminhada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), e profissionais do setor de escolas ou instituições particulares.

Pela manhã, serão vacinadas as pessoas neste perfil profissional e etário nascidas entre janeiro e junho. À tarde, será a vez dos nascidos entre julho e dezembro. Apenas o Centro de Convenções da UFMA, no Bacanga, estará recebendo especificamente este público.

A Prefeitura de São Luís iniciou a vacinação de profissionais da educação contra a Covid-19 neste sábado (24). Na próxima semana, também serão vacinados os que atuam nas escolas comunitárias da capital.

O prefeito Eduardo Braide acompanhou o atendimento no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no Bacanga. “Vacinar os profissionais da educação é fundamental. Por isso, estamos avançando de forma ordenada e planejada na vacinação deste público”, explicou.

São Luís foi a primeira capital do Nordeste a iniciar a vacinação dos profissionais da educação, dia 19 deste mês. Além dos profissionais da educação, a Prefeitura de São Luís está finalizando a vacinação dos idosos de 61 anos.

Audiléia Soares foi uma das professoras vacinadas neste sábado. “A gente fica muito feliz de ter tomado a primeira dose porque é a garantia de que vamos ficar protegidos contra essa doença. Espero que esse benefício chegue logo a todos os profissionais”, comentou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte