Cidades | Segunda Onda

Procura por Ivermectina cai e aumenta demanda por vitamina

Em relação ao mesmo período do ano passado, farmacêuticos apontam quedas de 50% a 70% na procura pela Ivermectina, que ainda não possui comprovação científica de eficácia no tratamento contra a Covid-19
Kethlen Mata/ O Estado23/04/2021

São Luís – Desde o início da pandemia do novo coronavírus, grande parte da população correu para as farmácias no intuito de adquirir caixas de Ivermectina, cloroquina, ou hidroxicloroquina – medicamentos que, até hoje, não têm comprovação científica de eficácia contra a Covid-19. A procura era tanta, que em alguns estabelecimentos faltaram medicamentos. Em 2021, durante a segunda onda da doença, as farmácias de São Luís vivem uma regressão nesse comportamento, por outro lado, a busca por vitamina C, vitamina D, e Zinco está grande. Nesta quinta-feira, 22, O Estado passou por alguns estabelecimentos com o objetivo de verificar a procura por Ivermectina. De forma unânime, farmácias apontaram queda na procura do medicamento, em comparação com a primeira onda da doença, em abril e maio de 2020.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte