Política | Covid-19

Prefeitura prioriza educadores da rede municipal em vacinação em São Luís

Na capital, responsabilidade de imunização das redes privada e municipal é da Prefeitura, que optou pela imunização imediata apenas de educadores da rede pública do Município
Carla Lima/Editora de Política20/04/2021 às 10h00
Prefeitura prioriza educadores da rede municipal em vacinação em São LuísNa vacinação para educadores, em São Luís, profissionais da rede municipal foram priorizados (Divulgação)

São Luís- Responsável pela vacinação dos profissionais de educação das redes municipal e privada de ensino em São Luís, a Prefeitura está vacinando, inicialmente, somente os educadores do Município. A gestão ainda não informou quando começa a imunização dos profissionais da rede privada.

Pela resolução 09/2021 da Secretaria Estadual de Saúde, o critério estabelecido para a vacinação dos educadores foi a idade a partir de 55 anos ou mais conforme o item 2 do artigo segundo da resolução.

A Prefeitura de São Luís decidiu adotar um critério próprio de prioridade na vacinação para os profissionais da educação, começando pelos que pertencem à rede municipal. O Estado entrou em contato com Prefeitura para saber sobre o critério que priorizou os educadores do Município.

A Prefeitura iniciou a vacinação de educadores na segunda-feira, 19. Nesta terça, 20, foi a vez do Governo Estadual iniciar a imunização. Fica sob responsabilidade da SES a vacinação dos profissionais da área que são do estado e também na União.

A O Estado, o secretário de Saúde, Carlos Lula, garantiu que não haverá diferenciação da rede ensino do qual o educador faz parte na vacinação de competência da SES.

Mais

Donos de escolas particulares já acionaram o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Maranhão para que a SES seja oficiada em relação o privilégio dado aos profissionais da rede municipal. Segundo os empresários, os profissionais da rede particular estão mais expostos porque o ensino, no momento, está sendo híbrido – remoto e presencial.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte