Cidades | Vacinação

Profissionais de segurança e salvamento são imunizados contra a covid no Maranhão

Foram disponibilizadas 2.540 doses de vacina para a imunização da categoria; na capital, estão funcionando quatro postos: no São Luís Shopping, Multicenter, UFMA e Espaço Reserva
06/04/2021
Profissionais de segurança e salvamento são imunizados contra a covid no MaranhãoProfissionais da segurança e salvamento começam a receber a imunização contra a covid (Paulo Soares / O Estado)

São Luís - Um total de 2.540 doses de vacina contra a Covid-19 foram destinadas, pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), para a imunização de profissionais da segurança e salvamento do Maranhão. A vacinação dessa categoria começou nesta segunda-feira, 5. Em todo o estado, até o último dia 3, um total de 548.665 pessoas haviam sido imunizadas contra o novo coronavírus.

Somente na capital, foram disponibilizados quatro postos de vacinação para profissionais da segurança e salvamento. Um deles está localizado no estacionamento do São Luís Shopping, no Jaracati, destinado somente a policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários.

Na manhã de segunda-feira, 5, uma fila extensa de veículos se formou neste posto de imunização. Os profissionais da segurança, primeiramente, passavam por uma triagem, com verificação de documentos, recebiam orientações sobre a importância da imunização, e somente então eram destinados ao ponto de vacinação.

A superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Tayara Pereira, disse que, primeiramente, estavam sendo imunizados os profissionais da segurança e salvamento acima de 50 anos e na ativa, mas, existe a possibilidade desse público ser ampliando nos próximos dias, conforme a chegada de novas doses da vacina. “O Ministério da Saúde enviando nova remessa do imunizante, ampliaremos o público para ser vacinado”, frisou Tayara Pereira.

O sargento da Polícia Militar Aguinaldo Ferreira, de 52 anos, disse que poderia trabalhar com mais tranquilidade após ter sido vacinado. “Os policiais trabalham diariamente tendo o contato de forma direta com a população, então, é de suma importância que esteja imunizado contra essa doença, que já fez várias vítimas no mundo todo”, comentou o militar.

O comissário da Polícia Civil José Lisboa Oliveira, de 64 anos, declarou que o profissional de segurança precisa ser imunizado para que possa trabalhar com mais tranquilidade e segurança. “A covid tem feito várias vítimas. Recentemente, o meu irmão Raimundo Nonato, de 76 anos, que era sargento reformado do Exército, morreu por complicações dessa doença”, frisou o policial.

Outros postos
A Prefeitura de São Luís disponibilizou o Centro Municipal de Vacinação, no Sebrae, o drive thru do Espaço Reserva, ao lado do Shopping da Ilha, e o drive thru da Universidade Federal para a imunização de policiais federais, rodoviários federais e guardas municipais.

O prefeito Eduardo Braide acompanhou ontem o início da vacinação desses profissionais. “Com a aplicação das novas doses, a capital avança com o Plano Municipal de Vacinação, garantindo a imunização de mais um público-alvo estabelecido como prioritário pelo Ministério da Saúde”, frisou o gestor municipal.

Ele disse que os profissionais das forças de segurança estão prestando um papel fundamental, desde o início da pandemia da Covid-19. “Agora, eles estão sendo vacinados, ficando protegidos e podendo continuar com seu trabalho de forma mais segura”, comentou Eduardo Braide.

O guarda municipal Raimundo Nonato Silva, de 58 anos, foi um dos vacinados. “Nesse período de chuvas a gente está todos os dias percorrendo as áreas de risco, então a vacina é uma segurança a mais”, comentou Raimundo Silva.

Nesta quarta-feira, 7, vai começar a vacinação dos servidores do Exército. A Prefeitura informou que o atendimento será no 24º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), no bairro João Paulo, seguindo os critérios da Norma Técnica do Ministério da Saúde para este público.

Além dos profissionais das forças de segurança, salvamento e forças armadas, também tem prosseguimento a vacinação de idosos. Na segunda-feira, 5, foram imunizados os idosos de 68 anos. Na terça-feira, 6, e na quarta-feira, 7, será a vez dos idosos de 67 anos.

Tropa imunizada

“A tropa militar começou a ser imunizada”, afirmou o comandante da Polícia Militar, coronel Pedro Ribeiro. Ele declarou que a SES atendeu o pedido feito pelo secretário de Segurança, Jefferson Portela, e do comando da corporação militar para priorizar a imunização dos profissionais da área de segurança.

O coronel também disse que essa demanda já estava algum tempo sendo tratada pelo comando da PM, pela Secretaria de Segurança Pública e pelo governador Flávio Dino. Outras medidas sanitárias, como o uso do álcool em gel, máscaras, afastamento do pessoal de risco, continuam sendo adotadas pela tropa militar, para combater a proliferação da enfermidade. “Reafirmamos a importância que a categoria fosse incluída na faixa prioritária de imunização e atua na linha de frente contra a Covid-19”, frisou o comandante da PM.

Vacina distribuída
O Governo do Maranhão começou a distribuição das 229.350 doses de vacinas CoronaVac e AstraZeneca aos municípios maranhenses na segunda-feira, 5. O ponto de partida foi o hangar do aeroporto de São Luís, no Tirirical.

As 229.350 doses dos imunizantes chegaram a São Luís, no último dia 2, destinadas aos profissionais de segurança e salvamento, idosos de 65 a 79 anos e trabalhadores da saúde em todo o Maranhão. Das novas doses, 18.750 são vacinas da AstraZeneca e 210.600 do Butantan.

Com essa nova entrega, o estado totaliza 1.234.290 de doses recebidas. No dia 27 do mês passado, a SES recebeu 158.700 doses de vacinas, sendo 78.200 doses da CoronaVac e 80.500 da AstraZeneca. As doses da AstraZeneca foram destinadas à vacinação 37% a população quilombola e 3% para idosos de 65 a 69 anos.

Vacina solidária
A Prefeitura de São Luís lançou na segunda-feira, 5, a Campanha Vacina Solidária, que consiste na arrecadação de alimentos não perecíveis durante a vacinação contra a Covid-19, destinados a quem mais precisa. A arrecadação vai contemplar ainda abrigos, igrejas e entidades filantrópicas.

As pessoas dos grupos prioritários que fizeram o agendamento para receber a vacina contra a Covid-19 em São Luís podem levar um quilo de alimento não perecível, mas, a doação não é um pré-requisito para receber a dose da vacina.

A Campanha Vacina Solidária acontece nos pontos de vacinação da cidade e estão localizados no Centro de Convenções da UFMA, no Espaço Reserva, no Centro Municipal de Vacinação, localizado no Multicenter Sebrae, e no Drive-Thru da UFMA.

NÚMERO

2.540 doses de vacina contra a Covid-19 foram destinadas para a imunização dos profissionais de segurança e salvamento

SAIBA MAIS

Pontos de vacinação de profissionais da segurança e salvamento

  • São Luís Shopping (Jaracati): policiais militares, civis, bombeiros e agente penitenciário
  • Centro Municipal de Vacinação, no Sebrae: policiais federais, rodoviários federais e guardas municipais
  • Drive thru do Espaço Reserva (ao lado do Shopping da Ilha): policiais federais, rodoviários federais e guardas municipais
  • Drive thru da Universidade Federal do Maranhão: policiais federais, rodoviários federais e guardas municipais
  • 24º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), no bairro João Paulo: servidores do Exército

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte