Polícia | Fora de circulação

254 criminosos foram presos no 1º trimestre deste ano

Prisões ocorreram na Ilha, em ações da Polícia Civil; foram presos acusados de vários crimes
02/04/2021
254 criminosos foram presos no 1º trimestre deste ano. (Divulgação)

São Luís - Duzentas e cinquenta e quatro criminosos foram presos durante as incursões realizadas pela Polícia Civil no decorrer do primeiro trimestre deste ano na Grande Ilha. A polícia informou que houve um aumento 111,66% de prisões em relação ao mesmo período do ano passado, que registrou um total de 120.

O superintendente da Polícia Civil da Capital, delegado Carlos Alessandro de Assis, declarou que o resultado positivo é fruto de um intenso trabalho investigativo e operacional de combate à criminalidade na Região Metropolitana de São Luís, em observância ao planejamento estratégico e diretrizes estabelecidos pela Delegacia Geral.

Ele ainda frisou que somente no mês de janeiro ocorreram 93 prisões feitas pela Polícia Civil. Uma das ações operacionais foi a Operação Apollo, que teve como objetivo de combater o tráfico de drogas na região do Bom Jesus e Coroadinho, e foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão. Também houve a deflagração da Operação Incessante. Este cerco policial teve como intuito de realizar incursões em áreas de incidência de crimes de homicídio na capital.

Também ocorreram 93 prisões no decorrer do mês de fevereiro na Grande Ilha. O delegado informou que nesse período houve a operação Lethum. Os policiais realizaram várias incursões para desarticular facções criminosas e um total de 10 acusados de homicídios foram presos em cumprimento de ordem judicial.

Ainda no mês de fevereiro ocorreu a prisão de um suspeito por crime contra o patrimônio e a polícia conseguiu ainda recuperar a quantia de R$ 70 mil. O delegado contou que esse valor havia sido levado de um estabelecimento comercial, localizado no bairro Maracanã. Também nesse mês, os policiais prenderam um suspeito de um roubo de mais de R$ 54 mil. Este dinheiro foi levado de estabelecimento comercial, localizado no bairro Planalto Turu II.

Em março, segundo o delegado, houve a realização de 68 prisões durante as incursões. Uma das operações foi denominada de Infância Sem Medo. Este trabalho tinha como objetivo prender suspeitos de terem cometido crimes sexuais contra crianças e adolescentes. Também foram realizadas incursões que prenderam acusados de tráfico de droga, roubo, homicídio e latrocínio.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte