Geral | Pandemia

Maranhão registra recorde de 42 mortes por Covid-19 este ano

Agora o estado soma 5.991 mortes desde o início da pandemia, em março de 2020, segundo Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES)
29/03/2021 às 19h15
Maranhão registra recorde de 42 mortes por Covid-19 este anoDe acordo com boletim da SES, há 14.957 pessoas com o novo coronavírus ativo no organismo (Divulgação)

São Luís - Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), na noite desta segunda-feira, 29, informa número recorde de mortes por Covid-19 no Maranhão. Foram 42 óbitos, sendo 13 nas últimas 24 horas. Agora o estado soma 5.991 mortes desde o início da pandemia, em março de 2020.

Segundo os dados da SES, as mortes foram registradas em Imperatriz (8), São Luís (5), São José de Ribamar (3), Paço do Lumiar (3), Timon (2), Santa Luzia (2), Açailândia (2), Santa Inês (2), Zé Doca (1), Riachão (1), Sítio Novo (1), Senador La Roque (1), Santa Rita (1), Porto Rico do Maranhão (1), Pio XII (1), Igarapé Grande (1), Icatu (1), Grajaú (1), Estreito (1), Cururupu (1), Codó (1), Carutapera (1) e Bacabal (1).

O boletim informa ainda mais 193 novos casos confirmados da Covid-19, totalizando 240.146. Hoje há 14.957 pessoas com o vírus ativo no organismo, sendo que 13.2319 estão em isolamento domiciliar e 1.638 estão em tratamento em unidades de saúde públicas e privadas, sendo 1.018 internadas em enfermarias e 620 em UTIs.

Em relação a leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o boletim informa que a taxa de ocupação na Grande Ilha chega a 95,22%. Ou seja, do total de 251 disponibilizados, 239 estão ocupados, sobrando apenas 12. Já em Imperatriz, a taxa de ocupação de leitos de UTI chega a 94,44%.

Até agora há 584.275 pessoas testadas no estado, das quais 445.340 casos foram descartados para a doença. Pelo menos 219.198 pessoas já se recuperaram da doença no estado, segundo os dados da SES, e 2.588 estão sob suspeita de infecção.


Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte