Cidades | energia elétrica

Equatorial Maranhão esclarece sobre suspensão de fornecimento de energia

Conforme foi destacado pela ANEEL, os clientes que tiverem condições de pagar a conta de energia assim o façam, evitando o acúmulo de débito
29/03/2021 às 18h00
Equatorial Maranhão esclarece sobre suspensão de fornecimento de energia. (Divulgação)

São Luís - Como concessionária do serviço público federal, a Equatorial Maranhão esclarece que cumpre rigorosamente os critérios legais sobre a suspensão no fornecimento da energia elétrica, conforme descrito na Resolução Normativa da ANEEL. Cabe informar que nesta sexta-feira (26/03) a ANEEL determinou novas diretrizes válidas até dia 30 de junho de 2021, que serão implementadas pela Equatorial Maranhão. Dentre as medidas anunciadas pela agência reguladora, está a suspenção do corte no fornecimento de energia para clientes residenciais Baixa Renda.

É necessário destacar que, desde o início da pandemia, a Equatorial Maranhão adotou medidas para garantir a continuidade do fornecimento de energia e a saúde dos colaboradores e da população do Maranhão.

Foram reforçadas as parcerias com os governos municipais e do estado para aumentar o número de consumidores classificados na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Esses consumidores recebem descontos na conta de energia que pode chegar até 65%. Atualmente já são mais de 900 mil famílias beneficiadas pelo programa no Estado do Maranhão.

A Equatorial Maranhão ampliou as facilidades para pagamento da fatura de energia elétrica e adotou diversas medidas para promover a negociação, sendo elas:

•Negociação/parcelamento das faturas através do site www.equatorialenergia.com.br;
•Pagamento com cartão de crédito em até 12 vezes pelo site www.equatorialenergia.com.br;
• A fatura de energia elétrica agora é boleto e, pode ser paga em qualquer banco ou correspondente bancário;

Por fim, a Equatorial Maranhão reforça que como concessionária do serviço público federal, está submetida à legislação do setor elétrico brasileiro, em especial às normas definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que é responsável por regular e fiscalizar a geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica, em conformidade com as políticas e diretrizes do Governo Federal.

SAIBA MAIS

NOTA

GRUPO EQUATORIAL ADOTA NOVAS MEDIDAS ANUNCIADAS PELA ANEEL

Em relação às novas diretrizes anunciadas pela ANEEL, na tarde desta sexta-feira, 26, válidas até dia 30 de junho, o Grupo Equatorial informa que implementará novamente as medidas anunciadas pela agência reguladora, entre elas suspender o corte no fornecimento de energia para clientes residenciais Baixa Renda.

Após um ano da pandemia da Covid-19, o Grupo Equatorial permanece sensível para todos os segmentos da sociedade brasileira, principalmente na garantia da continuidade do serviço de distribuição de energia elétrica, tão essencial para a população.

Com mais de 2 milhões e 300 mil clientes na categoria Residencial Baixa Renda, nas quatro distribuidoras no Maranhão, Pará, Piauí e Alagoas, o Grupo reitera que cumprirá as medidas recomendadas frente ao cenário de dificuldades econômicas e financeiras dessa parcela da população em razão da pandemia. Somente no ano passado, a Equatorial aumentou em 24% o número de clientes aptos para receber o benefício da tarifa social. Dentre os esforços realizados pela empresa, destacam-se a possibilidade do cadastramento pelo WhatsApp de novos clientes nessa classe, além de realização de campanhas junto aos municípios e desenvolvimento de ferramentas que integram informações e facilitam o cadastramento, com o intuito de garantir que as famílias que fazem jus à tarifa social possam usufruir do benefício.

Paralelamente, o Grupo Equatorial também mantém os esforços para garantir a qualidade do fornecimento de energia que chega aos clientes, além de disponibilizar facilidades de pagamento e negociação em canais alternativos e, do reforço no atendimento pelos canais digitais: site, assistente virtual no WhatsApp e aplicativo para smartphones, que funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana.

É importante ressaltar que, conforme foi destacado pela ANEEL, os clientes que tiverem condições de pagar a conta de energia assim o façam, evitando o acúmulo de débito. Neste momento tão crítico para o mundo, não podemos prejudicar a continuidade da prestação de um serviço essencial para a população, que gera milhares de empregos e arrecada tributos para o Governo Federal, para os Estados e os municípios, instituições que, neste momento, estão mobilizadas no combate ao Coronavírus. A fatura de energia muitas vezes funciona também como meio de arrecadação para instituições beneficentes, que dependem desse recurso para continuar seu trabalho social.

RECEBIMENTO DE FATURAS E NEGOCIAÇÃO
Aos clientes que não se enquadram como baixa renda, as faturas de energia podem ser solicitadas por meio eletrônico. Todas as faturas já estão disponíveis nos canais digitais. Para retirar o código de barras para pagamento e a segunda via da conta, acesse o site www.equatorialenergia.com.br ou o atendimento via WhatsApp.

Para quem quer negociar as dívidas, a Equatorial também oferece condições especiais, que variam de acordo com o perfil de cada cliente e sua capacidade de pagamento. Os clientes podem fazer o parcelamento das contas pendentes em até 12 vezes no cartão de crédito no site www.equatorialenergia.com.br. Na Agência Virtual, é preciso acessar o menu “Solicitação de Serviço”, informar o código da conta de energia e o CPF do titular e selecionar a opção parcelamento.

ATENDIMENTO VIA WHATSAPP (FALE COM A CLARA):
A Clara, assistente virtual, realiza serviços dentro do WhatsApp, em qualquer dia, em qualquer horário. Ela funciona com inteligência artificial e basta salvar o número no celular e chamar por mensagem de texto.

Equatorial Maranhão (98) 2055-0116
Equatorial Pará (91) 3217-8200
Equatorial Alagoas (82) 2126-9200
Equatorial Piauí (86) 3228-8200
Por fim, as demais medidas e determinações feitas pela ANEEL serão adotadas pelas empresas do Grupo Equatorial, conforme resolução, priorizando todas as recomendações de saúde e segurança aos seus clientes e colaboradores.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte