Cidades | Fim de semana

Muitos viajam no feriadão para fugir do rigor de restrições contra a covid

Fluxo de veículos dobrou, ontem, na saída da cidade; houve movimento de pessoas na Ponta da Espera, com destino à Baixada Maranhense; muitas pessoas aproveitaram dias de folga para visitar parentes e ter momentos de lazer
Ismael Araújo /O Estado27/03/2021
Muitos viajam no feriadão para fugir do rigor de restrições contra a covidMovimentação de passageiros no terminal de vans, no KM 0 da BR-135, foi considerado alto na sexta-feira (Divulgação/Lucas Ferreira)

São Luís - Muitas pessoas aproveitaram o fim de semana prolongado para viajar ao interior do estado para fugirem das restrições rígidas de combate ao novo coronavírus na Ilha. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o fluxo de veículos dobrou, ontem, na saída de São Luís. Conforme decreto estadual, o feriado da Adesão do Maranhão à Independência do Brasil, de 28 de julho, foi antecipado para esta sexta-feira, dia 26 de março, suspendendo o funcionamento de serviços não essenciais desta data até o domingo, 28, como uma das medidas de combate a proliferação do novo coronavírus.

Ainda no período da manhã de sexta-feira, 26, já era possível observar maior circulação de veículos de passeio na BR-135, principalmente no trecho entre o bairro do Tirirical até a ponte Marcelino Machado, no Estreito dos Mosquitos, o trânsito sob a vigilância de policiais rodoviários federais.

O comerciante Carlos Augusto Alves, de 45 anos, disse que decidiu pegar logo cedo a estrada para não enfrentar engarrafamento em alguns trechos da via federal, com destino a Morros, com a família, para ter momentos de lazer no fim de semana prolongado. “Estou indo com a minha família para tomar banho de rio e esfriar um pouco a cabeça. Na cidade, as restrições de combate ao coronavírus estão rígidas e os clubes de lazer vão ficar de portas fechadas no decorrer do fim de semana”, frisou Carlos Augusto.

A funcionária pública Ana Karla Silva, de 56 anos, tinha programado desde segunda-feira, 22, sua viagem ao município de Arari. “Fiquei sabendo que teria esse feriadão, então resolvi viajar, para olhar os meus familiares do interior e curtir um pouco a cidade, pois, na capital, devido as medidas sanitárias, não pode ter nenhuma festa”, disse.

Segurança
O policial rodoviário federal Higo Lion informou que durante fim de semana prolongado geralmente dobra o fluxo de veículo na saída da capital e o trabalho feito pela PRF é intensificado, para evitar acidentes e ocorrências de crimes, principalmente assaltos e o tráfico de entorpecentes.

Higo Lion disse que, na manhã de ontem, já tinha ocorrido um acidente, envolvendo um caminhão e uma motocicleta, no KM 4 da BR-135, apenas com danos materiais e ferimentos leves. “Houve aumento do fluxo de veículos na via federal, mas a polícia está atenta a qualquer tipo de ocorrência”, garantiu.

Ele ainda declarou que os veículos, principalmente de passeio, estão sendo vistoriados nos postos da PRF e os condutores estão recebendo orientações sobre o trânsito, para evitar acidentes. “É de suma importância que o condutor, antes de pegar a estrada faça uma revisão no seu veículo, e siga as normas de trânsito”, frisou o policial rodoviário federal.

Ponta da Espera
Muitas pessoas também foram à Ponta da Espera para ter acesso ao ferry-boat, com destino à Baixada Maranhense. Ontem, saíram seis embarcações de São Luís com destino ao Cujupe, em Alcântara, e não houve viagem extra, para evitar aglomeração.

O autônomo José Pedro Ferreira, de 52 anos, disse que estava indo ao município de Peri-Mirim para passar o feriadão na companhia de familiares. “Aproveitar o fim de semana prolongado para ver meus parentes do interior e sair um pouco da rotina da vida da cidade”, contou

A recepcionista Elenilde Leite, de 44 anos, também estava viajando à Baixada Maranhense para matar a saudade dos parentes. “Minha mãe, que é idosa, mora em Peri-Mirim, então vou aproveitar esses dias para matar um pouco a saudade”, comentou Elenilde Leite.

A movimentação no Terminal Rodoviário, no bairro do Santo Antônio, na manhã de ontem, foi tranquila. As empresas de ônibus não colocaram viagens extras e havia disponibilidade de passagens para todas as cidades do interior do estado, inclusive as que estão localizadas no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte