Política | Legislativo

Vereadores de São Luís debatem ações da Secretaria da Assistência Social no combate ao coronavírus

A sessão extraordinária dessa quarta-feira contou com a presença da titular da Semcas, Rosângela Bertoldo, que detalhou as ações do órgão no combate à pandemia de Covid-19
Estadão Conteúdo25/03/2021 às 08h57
Vereadores de São Luís debatem ações da Secretaria da Assistência Social no combate ao coronavírusDivulgação

SÃO LUÍS - Durante sessão extraordinária remota realizada na manhã desta quarta-feira (24), a Câmara Municipal de São Luís debateu sobre as ações da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) no combate ao coronavírus na capital maranhense. A atividade contou com a presença da titular da pasta, Rosângela Bertoldo, que detalhou aos parlamentares as ações desenvolvidas pela secretaria para amenizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus, principalmente junto à população mais vulnerável da cidade.

Conduzida pelo vice-presidente da Câmara, vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSC), a sessão extraordinária foi solicitada pela presidente da Comissão de Assistência Social e Direitos Humanos da Casa, vereadora Silvana Noely (PTB).

Sessão - Os debates ao longo da sessão giraram em torno, principalmente, das ações da Semcas, de combate à Covid-19, incluindo ainda o funcionamento dos Conselhos Tutelares no período da pandemia e atendimento à população em situação de rua, pessoas com deficiência e idosos, bem como sobre as ofertas de benefícios socioassistenciais na cidade.

Entre as ações destacadas pela secretária Rosângela Bertoldo, está o início das tratativas com a Secretaria Municipal de Esportes para a disponibilização do Estádio Nhozinho Santos, transformando-o em um alojamento provisório para pessoas em situação de rua e, no local, fazer a testagem dessa população.

Também estão sendo disponibilizados outros dois abrigos: um, localizado no Centro da cidade, para a população masculina; e outro, situado no bairro do Bequimão, para o público feminino. O objetivo é justamente acolher as pessoas em situação de rua, caso elas sejam diagnosticadas com a Covid-19.

Ainda durante a sua fala, a secretária destacou a importância do trabalho conjunto, envolvendo a iniciativa pública e privada, para superar esse momento de adversidade causado pela pandemia.

“A Semcas tem uma grande missão, no que diz respeito à Covid-19. As pessoas com vulnerabilidade precisam ter as suas demandas resolvidas. Mas é necessário um trabalho de forma intersetorizada, incluindo os órgão das esferas federal, estadual e municipal. Nós não vamos dar conta sozinhos. É preciso que todos colaborem com as ações de combate à Covid-19”, pontuou Rosângela Bertoldo.

A sessão extraordinária se estendeu por mais de três horas e os vereadores presentes tiveram a oportunidade de fazer questionamentos sobre as outras ações desenvolvidas pela secretaria, referente não só ao combate à pandemia de Covid-19, mas a toda à rede de assistência disponibilizada pelo órgão para assistir às pessoas com maior vulnerabilidade nas zonas urbana e rural da capital maranhense.

“A reunião foi extremamente produtiva, pois ela alertou para a urgência e emergência de muitas situações. A partir dos dados disponíveis, temos que fazer a previsão das dificuldades que enfrentaremos e, dentro disso, se precaver”, pontuou o vereador Dr. Gutemberg, que estava presidindo os trabalhos.

Ao final da sessão, o parlamentar solicitou da Semcas que encaminhe à Câmara, o Plano Municipal de Assistência Social referente ao combate ao novo coronavírus, a relação de todos os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), disponíveis para o atendimento da população em São Luís, entre outras informações.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte