Cidades | Tá chovendo aí?

Previsão: março será mês de chuvas ainda mais intensas na capital

Meteorologista explica que as precipitações deste período ainda estão relacionadas à Zona de Convergência Intertropical, estacionada sobre São Luís; o aumento das chuvas traz transtornos no trânsito, por causa dos buracos
Evandro Júnior / O Estado28/02/2021 às 10h35
Previsão: março será mês de chuvas ainda mais intensas na capitalMaranhão apresenta boa quantidade de chuvas para o período de março e abril (Paulo Soares / O Estado)

São Luís - A Zona de Convergência Intertropical, responsável pelo maior volume de precipitações sobre a Ilha de São Luís nesta época do ano, deverá permanecer estacionada sobre a capital maranhense até o fim do mês de maio, segundo o meteorologista Halan Cerqueira, do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). Com isso, o volume de chuvas poderá ser maior.

De acordo com Halan Cerqueira, março é o mês mais chuvoso no Maranhão, seguido de abril, e as previsões climáticas estão sendo confirmadas, com volumes de chuvas dentro do esperado. “Conforme a média histórica, o mês de março em São Luís recebe um volume de chuvas em torno de 462,1. Assim sendo, é muito provável que mais chuvas caiam a partir da próxima semana”, explica.

Segundo análise do meteorologista, o Maranhão apresenta boa quantidade de chuvas para o período de março e abril, normalmente, onde se destaca o setor norte com os maiores volumes e onde, de fato, começa o período chuvoso. A previsão climatológica trimestral assume três faixas de probabilidade: o centro norte com chuvas acima do normal, o setor mais ao centro com chuvas próximas à normalidade e o extremo sul com precipitações abaixo do normal.

Transtornos
O aumento do volume de chuvas a partir de março até maio e, às vezes, até julho, desencadeia uma série de problemas relacionados à infraestrutura urbana na região metropolitana de São Luís. Por essa razão, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos deu início, na última quinta-feira, à operação tapa-buracos, para melhorar a trafegabilidade, sobretudo nos grandes corredores de trânsito, garantindo a segurança dos condutores da capital neste período chuvoso.

De acordo com o cronograma, serão três frentes simultâneas de trabalhos de recuperação asfáltica, para que a administração consiga trabalhar em um maior número de áreas ao mesmo tempo. A operação foi iniciada pelas principais avenidas de São Luís. As equipes, ao longo do processo, deverão executar serviços para tapar buracos, também, em vias menores, internas aos bairros, mas que são importantes para a fluidez de veículos, em caso de intercorrências nas principais avenidas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte