Cidades | Prevenção

Rede de Saúde Mental alerta para cuidados com a mente

Brasil lidera casos de depressão na América Latina e de ansiedade em nível mundial
23/02/2021 às 18h30
Rede de Saúde Mental alerta para cuidados com a menteO município dispõe de quatro dispositivos para auxiliar pessoas que estejam precisando de cuidados com a saúde mental: CAPS IJ, CAPS III, CAPS AD III e o Ambulatório de Saúde Mental (Divulgação)

Imperatriz - Mesmo com a finalização da Campanha de Janeiro Branco, a Rede de Saúde Mental, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde, Semus, da Prefeitura de Imperatriz, reforça o lembrete sobre os cuidados com o bem-estar mental durante a pandemia do Novo Coronavírus. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, OMS, o Brasil é o país que apresenta maior índice de casos de depressão na América Latina, e primeiro em casos de ansiedade do mundo.

Em 11 de março do ano passado, a OMS declarou oficialmente pandemia da Covid-19, apesar de prestes a completar um ano da doença em escala mundial, o cenário de uma pandemia ainda é encarado com grande impacto na rotina das pessoas, e engana-se quem acredita na ideia de um “novo normal”, isso porque o contexto atual não deve e não pode ser encarado com naturalidade. Prova disso é o aumento de casos associados aos transtornos mentais, em razão do isolamento e das mudanças geradas pelo Novo Coronavírus.

Diante da quebra na rotina ocasionada pela Covid-19, juntamente ao receio pela contaminação e, em alguns casos, aliado a perda de amigos e familiares em decorrência da doença, o médico psiquiátrico Marcos Júnior, do Ambulatório de Saúde Mental, relata sobre a importância de se potencializar a divulgação do serviço para a população, principalmente em tempos de isolamento. “Vivemos num período de tensão, aonde as incertezas e dúvidas acabam por gerar um terreno fértil para o aparecimento de transtornos mentais”, comenta.

Além da população em geral, o alerta também é válido para os profissionais de saúde, em especial aqueles que estão trabalhando diretamente com casos da doença. “Trouxemos essa reflexão porque temos nossa família. Temos responsabilidade com o outro. Vocês, profissionais de saúde, da linha de frente, precisam se cuidar também. Cuidar da família e das relações de trabalho. Ao observar pessoas que estão em crise, levem para serem atendidas. O atendimento da saúde mental é portas abertas”, lembra Kátia Carvalho, coordenadora da Rede de Saúde Mental.

O município dispõe de quatro dispositivos para auxiliar pessoas que estejam precisando de cuidados com a saúde mental. Para atendimento, o usuário precisa se direcionar a unidade com os documentos: xerox do RG, cartão do SUS e comprovante de residência.

Ambulatório de Saúde Mental de Imperatriz
Horário de Atendimento – 07h às 18h.
Endereço: Rua Amazonas, 520 – Centro.
Telefone: (99) 99150-8693.

Centro de Atenção Psicossocial Infanto – Juvenil
Horário de Atendimento – 08h às 18h.
Endereço: Rua Itamar-Guará, n°2223 – Três Poderes.

Centro de Atenção Psicossocial - CAPS AD III - Álcool e Drogas
Horário de Atendimento – 24h.
Endereço: Rua Projetada B, Complexo de Saúde – Parque Anhanguera.

Centro de Atenção Psicossocial - CAPS III – Renascer
Horário de Atendimento – 24h.
Endereço: Rua Projetada B, Complexo de Saúde – Parque Anhanguera.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte