O Mundo | Ativista político

Tribunal Europeu pede ''liberdade imediata'' para Navalny; Rússia rejeita

Principal opositor de Vladimir Putin, Navalny foi condenado à prisão por quase três anos em regime fechado
18/02/2021

MOSCOU - O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) pediu a "liberdade imediata" do ativista Alexei Nalvany, preso no mês passado pela Rússia. A decisão judicial foi divulgada ontem,17, pela defesa do principal opositor do presidente Vladimir Putin.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte