Vida | Alimentação

Doença celíaca ou sensibilidade ao glúten?

Difícil de diagnosticar, sensibilidade não celíaca ao glúten pode estar presente na vida de até 6% dos brasileiros
18/02/2021

São Paulo- Segundo estudo da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, de 0,5 a 6% da população sofre de sensibilidade ao glúten não celíaca (SGNC), condição mais comumente observada entre jovens adultos e pessoas de meia-idade. A prevalência específica na população mundial ainda é desconhecida, mas sabe-se que muitos vivem com o distúrbio sem procurar ajuda médica ou receber um diagnóstico. Isso porque, diferente da doença celíaca e da alergia ao trigo, a SGNC pode não causar reações graves no organismo, embora traga alguns desconfortos e interfira na qualidade de vida do paciente.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte