Política | Repercussão

Flávio Dino aprova a prisão de deputado federal

Governador afirmou que o Supremo Tribunal Federal não pode ser coagido na sua missão constitucional
Ronaldo Rocha / Da Editoria de Política17/02/2021 às 10h29
Flávio Dino aprova a prisão de deputado federal Governador usou redes sociais para comemorar prisão de adversário (Reprodução)

SÃO LUÍS - O governador Flávio Dino (PCdoB) defendeu publicamente a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

O comunista afirmou que o STF não pode ser coagido. A acusação que pesa contra o parlamentar, é de que ele havia ameaçado destituir seis ministros do Supremo.

“Sobre a prisão do deputado, importante notar que a imunidade parlamentar não é absoluta, conforme ampla jurisprudência. Imunidade não é impunidade. Há um evidente ataque de milícias contra a democracia, que deve ser repelido. O STF não pode ser coagido na sua missão constitucional”, escreveu Flávio Dino em seu perfil em rede social.

Daniel Silveira foi preso em flagrante na noite de ontem e passou a madrugada na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro, na Zona Portuária da cidade.

O parlamentar divulgou um vídeo no qual faz apologia ao AI-5 e defendeu a destituição de ministros do STF, o que segundo o próprio Supremo, é inconstitucional.

No vídeo, Silveira cita seis ministros do Supremo: Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte