Cidades | Sem folia

Semus segue com ações para coibir aglomerações durante período de Carnaval

Até o momento, de acordo com a Vigilância, foram constatadas irregularidades nos bairros Areinha e Madre Deus, além da Ponta d''Areia
15/02/2021 às 15h41
Semus segue com ações para coibir aglomerações durante período de CarnavalFiscalização tem percorrido bares e locais de eventos, e notificando irregularidades (Divulgação)

São Luís - A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) mantém, nesta segunda-feira (15), a agenda de fiscalizações de locais para evitar possíveis aglomerações durante o período carnavalesco. A ação tem caráter educativo e conta, também, com a participação de equipes das secretarias de Urbanismo e Habitação (Semurh), Segurança com Cidadania (Semusc), Meio Ambiente (Semmam), além da Blitz Urbana.

Desde sexta-feira (12), equipes da Vigilância Sanitária realizam monitoramento em bares, locais de festas e eventos nos bairros do Centro, João Paulo, Divinéia, Coroadinho, Turu, Olho d'Água, Altos do Calhau, Renascença, Areinha e Madre Deus. O trabalho integra as atividades do Município para conter o aumento de casos do novo coronavírus, bem como fazer cumprir determinação judicial que impede a promoção da programação carnavalesca e que suspende parcialmente as portarias que regulamentam festas com a presença de até 150 pessoas.

Até o momento, de acordo com a Vigilância, foram constatadas irregularidades nos bairros Areinha e Madre Deus, além da Ponta d´Areia. Outro desrespeito à determinação judicial ocorreu em festa promovida na Praia Grande, ainda na sexta-feira (12). Pessoas estavam no local sem o uso de máscaras e não havia oferta de álcool gel para higienização.

Como medida adotada, foi feita a notificação do proprietário do estabelecimento que recebeu as orientações e a necessidade de cumprir os protocolos sanitários. “Neste momento, a pasta prioriza o cunho educativo. A meta é alertar as pessoas quanto aos perigos de se realizarem festas com junção de pessoas, o que contraria as recomendações das autoridades de saúde”, destacou o secretário de Saúde de São Luís, Joel Nunes.

O trabalho de monitoramento de estabelecimentos ocorre em três turnos (manhã, tarde e noite) e acontecerá até a quarta-feira de cinzas, no dia 17, podendo se estender para outras datas, conforme prevê o plano da Semus.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte