Política | Desenvolv

Bolsonaro anuncia 16 novas agências da Caixa Econômica no Maranhão

Bom Jardim, Amarante, São Mateus, Colinas, Tuntum, São Bento, Santa Helena, Araioses, Coelho Neto, Vargem Grande, Itapecuru, Buriticupu, Lago da Pedra, Tutóia, Coroatá e Santa Luzia devem ganhar novas unidades
José Linhares Jr / Da Editoria de Política 29/01/2021 às 09h57
Bolsonaro anuncia 16 novas agências da Caixa Econômica no MaranhãoJair Bolsnaro e Pedro Guimarães fizeram o anúncio das agências que devem ser instaladas ainda no 1º semestre (Reprodução)

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem que a Caixa Econômica Federal vai abrir 75 novas agências no país – a maioria em estados das regiões Norte e Nordeste. O anúncio foi feito em conjunto com Pedro Guimarães, durante live semanal do presidente nas redes sociais.

"Em cidades acima de 40 mil habitantes que, por ventura, ainda não tenham agências da Caixa, até o final desse semestre, a Caixa terá uma agência nesses municípios", destacou Bolsonaro

No Maranhão foram confirmadas agências nos municípios de Bom Jardim, Amarante, São Mateus, Colinas, Tuntum, São Bento, Santa Helena, Araioses, Coelho Neto, Vargem Grande, Itapecuru, Buriticupu, Lago da Pedra, Tutóia, Coroatá e Santa Luzia anunciadas por Bolsonaro durante a live.

O presidente da Caixa lembrou do papel social que as novas unidades terão nessas localidades. "Não só são cidades com mais de 40 mil habitantes, então, foi uma escolha matemática, mas são cidades muito carentes. Na média, R$ 7 mil de PIB [Produto Interno Bruto per capita] por ano, enquanto o do Brasil é ao redor de R$ 33 mil", afirmou.

Para reforço imediato das equipes, serão contratados 566 novos empregados. Até o final do ano, a CAIXA pretende contratar outras 1.000 pessoas. De acordo com o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, “além de reforçar o time de atendimento, o banco fomenta a economia, gerando emprego e renda a centenas de famílias”.

A expectativa é que as novas agências comecem a abrir as portas em cerca de três meses. Parte das unidades no Centro-Oeste e no Sudeste será exclusiva para o segmento do agronegócio. A Caixa também deve multiplicar em mais de cinco vezes o volume de crédito disponibilizado para o setor.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte