Geral | Para ''reduzir a contaminação''

Pazuello diz que estuda priorizar a vacinação com 1 dose da Oxford

Intenção do governo é garantir imunização de maior número de pessoas com cenário de doses limitadas. A recomendação do fabricante é a aplicação de duas doses com intervalo de 12 semanas entre elas para assegurar imunidade mais alta
12/01/2021

MANAUS - O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou ontem,11, que o foco da vacinação contra Covid-19 no Brasil poderá ser a redução da pandemia em vez de, no primeiro momento, assegurar a 'imunidade completa'. Para Pazuello, o objetivo é frear a contaminação com a aplicação de pelo menos uma dose do imunizante do laboratório Astrazeneca em parceria com a universidade de Oxford.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte