Cidades | Imperatriz

Agentes de trânsito fiscalizam avanço de sinal e lotação excedente em transportes

Ações previstas no Código de Trânsito Brasileiro garantem mais segurança viária à população
19/11/2020 às 17h30
Agentes de trânsito fiscalizam avanço de sinal e lotação excedente em transportesAgentes de trânsito fiscalizam avanço de sinal vermelho para tentar reduzir acidentes em cruzamentos em Imperatriz (Divulgação)

Imperatriz - Com objetivo de reduzir acidentes de trânsito provocados por motoristas que insistem em “furar” o sinal vermelho em cruzamentos de ruas e avenidas em Imperatriz, agentes realizam diariamente operações de fiscalização em pontos estratégicos da cidade para coibir esse tipo de infração ao CTB – Código de Trânsito Brasileiro.

Posicionados na Avenida Newton Bello, cruzamento com a Rua Padre Cícero, Santa Rita, agentes de trânsito flagraram motoristas que desrespeitavam a sinalização semafórica instalada no local, colocando em risco a integridade física de motoristas e da população que circulava pelo via. “Esse tipo de imprudência de motoristas tem sido alvo da fiscalização, pois a meta é evitar tragédias no trânsito”, explicou o agente Raimundo Santos, supervisor de operações da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran.

Excesso de passageiros
Outra preocupação da fiscalização é em relação ao excesso de passageiros em transportes de linhas intermunicipais, como é o caso do eixo Imperatriz/Amarante, passando pela Avenida Pedro Neiva de Santana.

“Temos fiscalizado veículos e autuando motoristas que estão infligindo as leis de trânsito, colocando em risco a vida dos passageiros”, ressalta ele, que observa o amparo legal baseado no artigo 231, que prevê retenção do veículo, aplicação de multa no valor R$ 130,16 e quatro pontos na carteira.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte