Geral | Nas eleições 2020

Polarização política dispara o número de assassinatos

De acordo com um especialista, a escalada violenta nas eleições deste ano pode ser relacionada diversos fatores, como discurso de ódio, polarização política, atuação nas redes sociais e influência de instituições paralelas
14/11/2020

BRASÍLIA - A corrida para as eleições municipais de 2020, que acontece neste domingo, 15, em todo o país, tem sido uma das mais violentas desde a redemocratização no Brasil. De acordo com levantamento do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), um candidato é morto no Brasil a cada três dias . Até aqui, são 82 casos de assassinatos por motivações políticas, seja entre candidatos ou militantes - Pará, Paraíba, São Paulo e Rio de Janeiro figuram nas primeiras colocações no ranking de estados mais violentos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte