Vida | Prevenção

Alimentação também faz parte da prevenção no Outubro Rosa

Sistema imunológico reforçado por uma dieta saudável e equilibrada ajuda na prevenção ao câncer de mama, durante e após o tratamento da doença
25/10/2020 às 08h15
Alimentação também faz parte da prevenção no Outubro RosaAlimentação nutritiva auxilia o fortalecimento do sistema imunológico (Divulgação)

SÃO PAULO- Esse mês é conhecido mundialmente pelas ações da campanha Outubro Rosa, de prevenção e diagnóstico do câncer de mama. Empresas, entidades e toda a população se mobilizam para conscientizar e chamar atenção para a importância do tema. Uma das iniciativas mais conhecidas é a iluminação de monumentos históricos, prédios públicos e pontes em prol da causa, mas pode ser bem mais simples se juntar ao movimento e, de quebra, ajudar na prevenção: cuidando da alimentação.

O câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no mundo e o Brasil é responsável por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. A mamografia é hoje a principal estratégia para o diagnóstico precoce da doença e maior aliada para o tratamento eficaz. A história de que o câncer é uma sentença de morte virou mito, principalmente no caso do de mama, que, se descoberto precocemente, tem alto índice de cura. Quando identificado cedo pode ser tratado, impedindo que o tumor alcance outros órgãos.

Imunidade em alta

E como a alimentação influencia nessa questão? Vários alimentos são bons para o sistema imunológico e podem fazer parte de uma dieta equilibrada de maneira simples, reforçando nosso corpo para prevenir ou até mesmo dar aquela força durante o tratamento. Simone Guerretta, engenheira de alimentos da Uná Alimentos, dá a dica de alguns campeões da imunidade. "Frutas cítricas, alho, açafrão da terra e espinafre são alguns exemplos de hortifrutis com grandes benefícios, além de muitos suplementos, como zinco, vitamina D e vitamina B6". (exemplos: purê de banana da terra com açafrão, filé de frango caipira grelhado ao limão e arroz integral multigrãos)

Comum na mesa de qualquer brasileiro e no preparo de diversos pratos, a cebola é um grande aliado na redução de alguns tipos de câncer, entre eles o de mama combatendo a formação de nitrosaminas, que são carcinógenos que se ligam ao DNA. Rico em licopeno, o tomate atua removendo radicais livres do organismo - compostos que aceleram o envelhecimento celular propiciando o organismo a desenvolver doenças.

São bem-vindos ainda na cesta do hortifruti brócolis, couve e pimentão verde e vermelho, alimentos ricos em Vitamina C, antioxidante que aumenta a resistência do organismo. Brócolis, couve e espinafre ainda possuem ácido fólico, que auxilia na formação de glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do sistema imunológico.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte