Esporte | Atenção

Goleada para o Juventude liga o "sinal de alerta" no Moto Club no Série D

Papão voltou a perder e precisa melhorar desempenho para seguir no G-4 do Grupo 2; reforços esperam por regularização
13/10/2020 às 17h28
Goleada para o Juventude liga o "sinal de alerta" no Moto Club no Série D Moto Club goleado pelo Juventude, por 4 x 1, no estádio Pinheirão (Jair Samas / Juventude)

SÃO LUÍS - Depois de duas vitórias consecutivas, o Moto Club foi goleado pelo Juventude, por 4 x 1, no domingo (11), no Estádio Pinheirão, em São Mateus (MA), e a crise volta a bater na porta do time. Com o resultado, o Poraquê pegou o elevador e saiu da sétima para segunda colocação do Grupo A2 com sete pontos. Com a mesma pontuação o Papão do Norte perdeu um lugar e caiu para terceiro. Porém o Rubro-Negro não tempo sequer de lamentar a derrota, porque recebe o São Raimundo (RR), terceiro colocado da chave também com sete pontos, nesta quarta-feira (14), às 15h30, no Nhozinho Santos.

Depois de encarar um jejum de seis jogos, pelo Campeonato Maranhense e Série D, quatro derrotas e dois empates (quatro pelo Estadual e dois pela Quarta Divisão), o Moto Club fez as pazes com a vitória ao bater o River por 2 x 0 e o Sinop (MT) por 3 x 0. Porém, a goleada sofrida para o Juventude ligou o sinal de alerta de crise novamente no Papão do Norte.

Os recém-contratados pelo Moto Club, os experientes zagueiros Ferron e Martony, o volante Rendell, e os atacantes Edrean e Wallace Lima podem estrear contra o São Raimundo. Os jogadores dependem da regularização de seus contratos, pois estão em boas condições físicas, como destacou o técnico Léo Goiano, ainda em São Mateus.

O Moto se reapresentou ontem (12), no CT Pereira dos Santos. O goleiro João Paulo e o atacante Andrezinho, que saíram contundidos diante do Juventude, serão reavaliados pelo departamento médico do clube e pode ficar como opção para o técnico Léo Giano.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte