Polícia | Tentativa de latrocínio

Policial tem corpo queimado na capital maranhense

A suspeita desse crime é a própria mulher da vítima e foi cometido durante briga de casal
11/10/2020 às 16h53
Policial tem corpo queimado na capital maranhenseCaso está sendo acompanhado pela Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP) (Divulgação)

São Luís - O policial Joelson Rocha Ferreira, de 44 anos, ainda ontem estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital do Servidor, localizado na área da Cidade Operária, correndo risco de morte. A polícia informou que o policial foi queimado pela própria esposa, nome não revelado, durante uma discussão, ocorrida no último dia 9.

Ainda de acordo com a polícia, a suspeita foi apresentada na sede da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP), na Avenida Beira-Mar. Ela declarou para a polícia que no decorrer de uma discussão jogou álcool e ateou fogo no policial.

A vítima foi levada para o Hospital do Servidor e a suspeita vai responder pelo crime de tentativa de homicídio.

Cabo baleado

Também ainda ontem o cabo do Exército lotado no Piauí, Anderson Pereira Mendes da Silva, está internado no Hospital Municipal Doutor José Firmino de Sousa, em Timon. A polícia informou que o militar foi baleado no ombro durante um assalto, que ocorreu no bairro Parque Alvorada, nessa cidade, no sábado (10).

Esse crime teve a participação de dois criminosos e fugiram em uma motocicleta levando os pertences da vítima. Guarnições da Polícia Militar ainda realizaram incursões na localidade, mas não conseguiram prender os bandidos. A Polícia Civil está investigando o caso como tentativa de latrocínio.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte