Cidades | Dia das Crianças

Ser adulto e não perder a essência infantil; ser criança, com inspiração e muita maturidade

Independentemente da idade e do grau de maturidade demonstrado, quem é jovem ou quem ainda se sente criança não quer perder elementos do público infantil, em especial, a ingenuidade
Thiago Bastos / O Estado10/10/2020

São Luís - Em algumas religiões, a figura da criança é um elemento sagrado e cujas características são até divinizadas. No cotidiano, compor o público infantil é, antes de mais nada, ser aquele inocente, que acredita piamente na beleza da vida e na existência de um mundo repleto de objetos e atividades divertidas para se fazer.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte