Política | Eleições 2020

"São Luís grita por socorro. Precisamos de ajuda da União", diz Sílvio Antônio

Candidato do PRTB defendeu gestão alinhada ao Governo Federal
Thiago Bastos08/10/2020 às 11h12
"São Luís grita por socorro. Precisamos de ajuda da União", diz Sílvio AntônioA Sabatina O Estado/Imirante recebeu o Pastor Silvio Antônio nesta quinta (8)

SÃO LUÍS - O candidato Sílvio Antônio (PRTB) foi o sabatinado desta quinta-feira (8) pelo projeto O Estado/Imirante. Ele defendeu o rompimento de contratos com as atuais empresas de transporte público da capital, o incentivo aos programas sociais envolvendo os esportes e, principalmente, foi crítico dos gestores que ainda mantém distância da atual gestão do Governo Federal.

Para Sílvio Antônio, a sua futura administração municipal, caso seja eleito, terá proximidade com o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). O candidato também prometeu a construção de ciclovias, para dar vazão ao fluxo de pessoas na cidade, citou os seus projetos para as áreas de cultura e outras.

Neste segmento, o candidato afirmou que ampliará os investimentos no setor para além dos públicos que incentivam as atividades no Carnaval e São João. “Sou contra a Prefeitura de São Luís promover eventos de igreja. Não comungo da tese de que, somente porque sou pastor, não posso investir nas religiões africanas e em outros públicos”, disse.

Ele apontou a formação da Escola de Cultura para ampliação do acesso de diversas atividades a toda a população. Sobre a penetração do benefício às camadas menos privilegiadas, Sílvio Antônio disse que um estudo apontará de que forma as medidas serão aplicadas. “Desta forma, vamos distribuir as atividades de cultura pela cidade”, disse.

Sobre a queda na oferta de recursos para a gerência municipal a partir de 2021, o candidato informou que será necessária, caso vença as eleições, parceria com o Governo Federal. “Vamos aumentar as receitas e diminuir as despesas. É preciso aumentar a capacidade das atividades produtivas e os investimentos no setor de turismo e serviços”, disse.

Segundo ele, “São Luís grita por socorro”. Ele confirmou que, se eleito, fará parcerias com o Governo Federal. Na saúde, o candidato disse que não há necessidade, por ora, de concursos. De acordo com Sílvio Antônio, somente a guarda municipal terá seletivo para a contratação de novos profissionais.

Nesta sexta-feira (9), o candidato Jeisael Marx (Rede) será o sabatinado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte