Geral | Incentivo

Evento discute como São Luís busca inovar e ser referência em tecnologias aeroespaciais

Gratuito, Teias da Inovação é uma série de eventos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação que visa incentivar o empreendedorismo em municípios brasileiros
07/10/2020 às 16h30
Evento discute como São Luís busca inovar e ser referência em tecnologias aeroespaciaisCentro de lançamento de Alcântara é a segunda base de lançamento de foguetes da FAB (Divulgação)

Brasília - ​O projeto Teias da Inovação, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), promove mais um encontro online gratuito, nesta quinta-feira (8). Com o tema “Vocação Regional: Organização do Ecossistema Maranhense para Inovação Aeroespacial”, o programa, desta vez, foca no município de São Luís, com debates sobre como os organismos locais estão se preparando e se organizando para se tornar referência no desenvolvimento de tecnologias e inovações aeroespaciais.

É no Maranhão que está assentado o importante Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), a segunda base de lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira (FAB). Apesar de ter foco regional, o evento tem abrangência nacional e qualquer pessoa interessada pode se inscrever pelo site: www.teiasdainovacao.com.br.

No ano passado, o governo federal selou um acordo com os Estados Unidos para a utilização da CLA para fazerem mais lançamentos de satélites e trocarem experiências, tecnologias e conhecimentos. Já a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), iniciou, também em 2019, o seu Programa de Pós-graduação em Engenharia Aeroespacial, em parceria com o próprio CLA e com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o que indica meios de fomento à inclinação local no nicho aeroespacial.

SAIBA MAIS

O Teias da Inovação é uma iniciativa do MCTI em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), e tem o apoio da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI).

Realizado em diferentes cidades e em âmbito nacional, o projeto tem como público-alvo startups, incubadores, empresários, empreendedores, estudantes, pesquisadores, cientistas, educadores e governos locais. Os eventos são focados em ciência, inovação e tecnologia e contam com a participação de Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, Secretário Nacional de Empreendedorismo e Inovação do MCTI.

Entre os temas abordados estão transformação digital, empreendedorismo, tendências de futuro, novos modelos de negócios e pesquisa e desenvolvimento. “O programa promove uma aproximação entre o MCTI e as cidades brasileiras de médio porte, com grande potencial de se tornarem ecossistemas locais de inovação. Vamos aproveitar para divulgar programas e instrumentos de apoio à inovação e ao empreendedorismo inovador. Nosso foco é sempre auxiliar para que esses polos sejam pensados e implementados de forma sustentável", afirma Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, Secretário Nacional de Empreendedorismo e Inovação do MCTI.

“A interação entre pessoas e organizações é um fator importante para incentivar inovação e novos negócios. Os debates trazem a experiência de grandes profissionais, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do ecossistema de inovação”, conta Alberto Paradisi, pesquisador principal e coordenador do projeto.

Edições anteriores

O projeto teve sua nona edição on-line no dia 24 de setembro. Com o tema “Inovação na prática: desenvolvimento de atores regionais”, o programa focou no município de Boa Vista (RR). Anteriormente, em 9 de setembro, teve foco nacional com o tema “Organização, funcionamento e replanejamento dos ecossistemas brasileiros de inovação para competitividade global”. Em 25 de agosto, o encontro focou na cidade de Jaraguá do Sul (SC) por meio do debate “Vocação Local: Inovação com foco em Energias Renováveis, Tração e Mobilidade Elétrica”. A sexta edição on-line foi no dia 18 de agosto: “Integração e desenvolvimento do ecossistema regional de inovação de Macapá (AP)”.

Em 6 de agosto, novo debate nacional com o tema “Academia e Indústria: Investimento e Relacionamento Para a Inovação Durante e Pós-pandemia”. A edição on-line do dia 21 de julho falou sobre “Cidades Inteligentes: Conexões e Transformações para o Futuro”, com enfoque no município de Juazeiro do Norte (CE). A terceira edição on-line também foi nacional, no dia 7 de julho: “Teias para Startups: Financiamento, Investimento e Fomento à Inovação Durante e Pós-pandemia”.

O segundo evento transmitido pela web foi em 18 de junho, com foco regional no ecossistema de Caxias do Sul (RS). A estreia no formato on-line foi duas semanas antes, em 4 de junho, debatendo, nacionalmente, “Os Possíveis Cenários de Inovação Para os Ecossistemas Brasileiros”. Os eventos on-line somaram mais de mil inscrições e chegaram a mais de 110 cidades brasileiras. Antes de ser reconfigurado para o momento da pandemia, o Teias da Inovação MCTI esteve presente nas cidades de Cuiabá (novembro/2019), Aracajú (janeiro/2020) e Vitória (março/2020). Foram debatidos, respectivamente, os temas: “Communities Meeting - Conectando Ecossistemas de Inovação”, “Perspectivas e Futuros para a Inovação em Sergipe” e “Make Together - Integrando o Ecossistema Capixaba de Inovação”.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte