Cidades | Ação

Hospital Aldenora Bello lança hoje (1º) a Campanha Outubro Rosa

Live que marca o lançamento terá apresentação de Amanda Couto e Denise Cavalcante e a presença da cantora Fabrícia
01/10/2020 às 07h13
Hospital Aldenora Bello lança hoje (1º) a Campanha Outubro Rosa laço Outubro rosa

SÃO LUÍS - A Fundação Antonio Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, realiza nesta quinta-feira (1º), às 16h, a abertura da campanha Outubro Rosa, visando à conscientização da população maranhense sobre a importância da prevenção, diagnóstico precoce e tratamento do câncer de mama. Este ano, em decorrência da pandemia o lançamento da campanha ocorrerá de forma diferente, online, a fim de que mais pessoas possam acompanhar evitando também aglomeração e seguindo os protocolos de segurança.

O objetivo da campanha é promover a conscientização da população sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, além de incentivar o autocuidado e procurar um médico anualmente para realizar mamografia aos 40 anos.

A abertura contará com a participação de amigos da instituição, funcionários, pacientes, voluntários, apresentação de Amanda Couto e Denise Cavalcante e atração musical da cantora Fabrícia. Mais uma vez lembrando que serão respeitados os protocolos de segurança e número limitado de pessoas:

"Vamos fazer a live com o objetivo de manter nossa tradição na realização da campanha do Outubro Rosa que é uma ação mundial, mas entendemos que estamos em um período delicado em relação a transmissão do novo covid. Assim respeitaremos o protocolo de segurança", afirmou Antonio Dino vice presidente da Fundação Antonio Dino. Durante a live serão apresentados vídeos com depoimento de pacientes, de médicos da instituição e ainda a necessidade da prevenção.

Ainda como parte da programação de conscientização durante todo o mês de outubro serão disponibilizadas venda de camisas da campanha onde toda a renda obtida com será destinada para compra de próteses mamárias para pacientes em atendimento no Hospital do Câncer Aldenora Bello. As camisas da campanha podem ser encontradas na sede da Fundação Antonio Dino, com um dos voluntários e através dos fones 99971.9897 OU 3089.3153. Durante o mês também serão realizadas ações em parceira com a Sociedade Brasileira de Mastologia - Regional Maranhão.

Para a coordenadora da mastologia do Hospital do Câncer Aldenora Bello Gláucia Cordeiro, a campanha do outubro rosa é de extrema importância para a conscientização da população quanto à prevenção e a participação da sociedade como um todo nas doações para que se mantenha o recorrente sucesso das reconstruções mamárias: "Temos nos destacado consideravelmente na realização das reconstruções aqui no Hospital. Isso graças a um incremento que só é possível com a doação da comunidade. Todos podem ajudar. Ao comprar uma camisa já ajuda na Campanha. O SUS paga uma parte da prótese, mas essa "diferença' precisa ser repassada e só conseguimos manter o serviço com o apoio da população", disse a Mastologista. "A conscientização e prevenção precisa ser feita durante todo o ano. Precisamos diminuir essa incidência com conhecimento e prevenção", complementou. A equipe de Mastologista do HCAB é especializada em reconstrução mamária imediata o que diminui as consequências causada pelo câncer.

Em 2019, foram realizadas 104 reconstruções mamárias em pacientes carentes atendidas pelo Hospital do Câncer Aldenora Bello. Um investimento de cerca de R$ 59.000,00 na compra de próteses mamárias graças às ações da campanha Outubro Rosa, venda de camisas e doações de parceiros. Um investimento de cerca de R$ 40.000,00 na compra de próteses mamárias graças às ações da campanha Outubro Rosa, venda de camisas e doações de parceiros.

Outubro Rosa

A Campanha Outubro Rosa é um movimento mundial de conscientização para a prevenção e diagnostico precoce do câncer de mama, realizada durante o mês de outubro. O movimento surgiu em 1990 em Nova York com a primeira corrida pela cura, evento que se tornou anual desde então. Em 1997, outras entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover ações voltadas ao diagnóstico e prevenção do câncer de mama, elegendo o mês de outubro como epicentro de suas atividades. A iniciativa repercutiu rapidamente, e hoje diversos países e instituições endossam e promovem criativamente a iniciativa. No Maranhão, a Fundação Antonio Dino e o Hospital do Câncer Aldenora Bello promovem a campanha Outubro Rosa, visando a conscientização da população Maranhense sobre o câncer de mama, sua prevenção e diagnóstico precoce.

Sobre o câncer de mama no Maranhão

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum no mundo e o freqüente entre as mulheres. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram estimados mais de 62.280 novos casos de câncer de mama no ano de 2020, no Brasil.

A incidência do câncer de mama tem subido progressivamente nos últimos anos, e já se tornou um importante problema de saúde pública. A taxa de sobrevida em 5 anos após o câncer de mama pode chegar a 89% em países desenvolvidos. Entretanto, essa realidade é bem diferente em países menos desenvolvidos, como o Brasil, reduzindo a sobrevida em 5 anos da população mundial a 61%, devido a dificuldades para o diagnostico precoce e tratamento adequados.

Fundação Antonio Dino

A Fundação Antonio Dino é uma instituição filantrópica que atua na luta contra o câncer no Maranhão, desde dezembro de 1976. Fundada por Enide Moreira Lima Jorge Dino, a partir da união entre a Liga Maranhense e a Rede Feminina de Combate ao Câncer, após o falecimento do Dr. Antonio Jorge Dino, um dos precursores da luta contra o câncer no Maranhão. A Fundação mantém diversas atividades de combate ao câncer no Maranhão, entre elas:

- O Hospital do Câncer Aldenora Bello: hospital de referência no tratamento Oncológico no Maranhão.

- As Casas de Apoio: casas que hospedam pacientes vindos do interior do Estado e de outras localidades, possibilitando a realização de tratamento adequado com sua estadia próxima ao hospital.

O telefone pé 3089-3000

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte