PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

29/09/2020

Bolsonaro e Lula
Com mais de 506 mil inscritos no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), número por enquanto 9% maior do que o de 2016, os candidatos a vereador em todo o País começam agora a corrida para conquistar a atenção dos eleitores.
Nesse contingente, existem aqueles que decidiram adotar o nome de lideranças políticas conhecidas, estratégia que, segundo especialistas, não garante vitória nas urnas.
Pelos dados atualizados até domingo (27), 82 candidatos a vereador e dois a prefeito adotaram “Bolsonaro” como sobrenome. Entre eles, existe até um
“Jair Bolsonaro”, candidato a vereador da pequena Laranjal do Jari, cidade com apenas 39 mil habitantes no interior do Amapá. Também há um candidato pelo
PSL no município de Brusque, em Santa Catarina, que adotou o codinome “Donald Trump Bolsonaro”.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte