Cidades | Blitz

Mobilização Nacional da Operação Lei Seca realiza 324 abordagens em São Luís

Foram registradas 33 recusas, e oito autuações de condutores autuados por dirigir após ingestão de bebida alcóolica. Um motorista foi conduzido à delegacia por embriaguez ao volante
19/09/2020 às 16h55
Mobilização Nacional da Operação Lei Seca realiza 324 abordagens em São Luís Policiais militares e servidores do Detran participaram da operação (Divulgação)

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), em um trabalho conjunto com o Batalhão de Polícia Rodoviária Militar (BPRv), participou de mais uma edição da Mobilização Nacional da Operação Lei Seca, que aconteceu nesta sexta-feira (18) em várias cidades do Brasil. Em São Luís, foi realizada uma blitz da operação Lei Seca, às 22h, na Avenida Colares Moreira, e outra na madrugada do sábado (19), à 01h, na Avenida São Luís Rei de França. A iniciativa faz parte do cronograma de atividades da Semana Nacional de Trânsito 2020.

Segundo a Divisão de Estatística do Detran-MA, nas duas ações foram abordados 324 veículos e realizados 274 testes com o etilômetro. 50 pessoas recusaram a se submeter ao teste de Etilometro e foram autuadas conforme Art. 165 "A" do Código de Trânsito Brasileiro e 15 foram flagradas sob influência de álcool, com testes acima de 0,04 MG/L e foram autuadas segundo Art. 165 do mesmo código.

Na operação da noite de sexta-feira (18), realizada avenida Colares Moreira, foram abordados 147 veículos e realizados 130 testes com o etilômetro. Houve 17 autuações por recusa ao teste e 07 condutores autuados por dirigir sob o efeito de álcool.

Já na ação da madrugada de sábado (19), na Avenida São Luís Rei de França, 177 veículos foram abordados e realizados 144 testes do etilômetro. Foram registradas 33 recusas, e 08 condutores autuados por dirigir após ingestão de bebida alcóolica. Um condutor foi conduzido à delegacia por estar incorrendo em crime previsto no Art. 306 do CTB (dirigir veículo com a capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou outras substâncias), neste caso o motorista fez o teste e obteve valor superior a 0.33 mg/l. O crime previsto no Art. 306 tem como pena Detenção de 06 meses à 3 anos e meio e suspensão ou proibição da obtenção da Carteira Nacional de Habilitação.

Para a coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA e presidente do Fórum Nacional da Lei Seca, Rositânia de Farias, que participou da ação na Avenida Colares Moreira, a Operação Lei Seca tem sido fundamental para evitar mortes no trânsito. “Estamos trabalhando intensamente para conscientizar a população sobre os perigos de beber e dirigir. A Mobilização Nacional da Lei Seca tem a finalidade de valorizar esse trabalho que tem tirado milhares de motoristas alcoolizados das ruas, evitando assim que muitas vidas sejam perdidas por conta dessa imprudência”, afirmou.

O comandante do BPRV, tenente-coronel Joanilson Mota, acredita essa parceria com o Detran-MA, ainda é extremamente necessária para evitar acidentes de trânsito. “As operações da Lei Seca são fundamentais para a prevenção de acidentes, pois trata-se fundamentalmente de um trabalho educativo. E o BPRV estará sempre à disposição para apoiar essa iniciativa”, destacou.
O motorista de aplicativo Paulo Oliveira elogiou o trabalho da Operação Lei Seca. “Essas ações são muito importantes porque diminuem o número de pessoas alcoolizadas ao volante, e tornam o trânsito mais seguro para todos”, declarou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte