Polícia | Cerco

Empresário preso em operação da Polícia Federal no PI e no MA

Ele é suspeito de usar documentos falsos para adquirir arma de fogo
Ismael Araújo / O Estado10/09/2020
Empresário preso em operação da Polícia Federal no PI e no MADivulgação

Timon - Policiais federais deflagraram a Operação Integração, em Teresina, na capital piauiense, e Timon, no Maranhão, na manhã de quarta-feira, 9. O cerco policial tem como um dos objetivos de investigar um empresário do ramo de revendas de veículos, que foi condenado por tráfico de drogas, suspeito de uso de documentos falsos para adquirir arma de fogo.

Das ordens judiciais, seis foram cumpridas em Timon e uma em Teresina, no decorrer da operação. A ação contou com a participação dos policiais federais e tendo apoio das Polícias Civil do Piauí e do Maranhão e do Ministério Público. A prisão do empresário ocorreu em Timon e ele pode responder por falsidade ideológica e documental, cujas penas somam até cinco anos de reclusão.

A polícia informou que o investigado utilizou documentos falsos quando deu entrada em um processo na sede da Polícia Federal, em Teresina, no Piauí, para aquisição de uma arma de fogo como ainda ocultou uma condenação por tráfico de droga no Maranhão, o que o impede adquirir armas de fogo pela via lícita, conforme os requisitos previstos na Lei nº 10.826/03.

Mais prisões
Foram presos ontem quatro suspeitos de estarem chefiando um descarregamento de uma carga de cigarro de origem ilícita em um porto clandestino, na cidade de Bequimão. Ainda no local, a polícia apreendeu dois caminhões, arma de fogo e uma quantia de R$ 12.500.

A equipe do Denarc prendeu um homem, nome não revelado, no último dia 8, no bairro Cidade Nova, em Timon, acusado de tráfico de entorpecente. Em poder dele, foram apreendidos 12 quilos de maconha e seria comercializada nessa cidade. Em Vargem Grande, dois acusados de tráfico de droga foram presos. Com eles, seis quilos de maconha foram apreendidos.

Durante o feriado prolongado, o soldado Cristiano e o Cabo Sales, ambos do 13º Batalhão da Polícia Militar, mesmo de folga prenderam um foragido do Poder Judiciário na praça de alimentação de um shopping, localizado na Grande Ilha.

O detido tinha mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio e foi apresentado no Plantão de Polícia Civil do Maiobão onde tomaram as devidas providências. Em Paço do Lumiar foi preso ontem um homem suspeito de ter violentando sexualmente uma criança, de 11 anos, no Rio de Janeiro.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte