Operação Independência

Feriadão com acidentes e mortes nas rodovias que cortam o Maranhão

Polícia Rodoviária Federal contabiliza 18 acidentes, 21 feridos e quatro óbitos em quatro dias da Operação Independência; atividade aconteceu durante o fim de semana e no feriado

Evandro Júnior / O Estado

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h18
Operação Independência, da PRF, foi realizada de 4 a 7 de setembro
Operação Independência, da PRF, foi realizada de 4 a 7 de setembro (PRF)

São Luís - Um total de 18 acidentes, 21 feridos e quatro óbitos foi o resultado da Operação Independência, realizada pela Polícia Rodoviária Federal no Maranhão, de 4 a 7 de setembro. Em quatro dias de operação, o órgão direcionou as ações de policiamento e fiscalização à segurança viária, posicionando equipes extras em pontos críticos de acidentalidade, com o objetivo de coibir condutas perigosas e reduzir o número de acidentes nesses locais.

Segundo o policial rodoviário federal Igor Egídio, do Núcleo de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal, as mortes foram registradas nas BRs 316 (Timon e Alto Alegre do Maranhão), 135 (São Mateus do Maranhão) e 010 (Estreito). Dos quatro óbitos, três eram ocupantes de motocicletas.

“Nas fiscalizações de trânsito, houve 775 autuações, sendo as principais por alcoolemia, com sete casos. Tivemos ainda condutor ou passageiro sem capacete (121), condutor sem cinto de segurança (3), passageiro sem cinto de segurança (15), criança sem cadeirinha (5) e flagras de ultrapassagens (60)”, informou o policial.

Durante a operação, nove pessoas foram detidas e três veículos roubados foram recuperados. Além disso, quatro pessoas foram presas por embriaguez, sendo duas em Açailândia e duas em Imperatriz. Os policiais apreenderam, ainda, duas carretas com madeira irregular.

"No ano passado, a Operação Independência teve duração de três dias e ocorreu no período de 6 a 8 de setembro, tendo como resultado 15 acidentes, nove pessoas feridas e cinco óbitos”, comparou o policial rodoviário federal.

De acordo com Igor Egídio, a previsão era de fluxo intenso de veículos nas estradas. Agora, os trabalhos estão concentrados no retorno das pessoas para casa. “Nós nos planejamos e estamos atentos a esse retorno. Por essa razão, prolongamos a operação. Temos outras equipes de ronda e fiscalização também em locais considerados mais perigosos. É importante que os condutores tenham atenção redobrada, por exemplo, em Campo de Perizes, para evitar acidentes”, finalizou.

NÚMEROS

18 acidentes registrados em quatro dias de Operação Independência
21 feridos em quatro dias de Operação Independência
4 mortos em quatro dias de Operação Independência (4 a 7 de setembro)

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.