Esporte | Maranhense-2020

Em "filme repetido", Sampaio goleia o Juventude e se aproxima da decisão

Assim como no 1º turno, quando goleou o rival por 5 x 1 no Pinheirão, o Tricolor venceu bem novamente, desta vez por 4 x 0, no primeiro jogo das semifinais
Eduardo Lindoso/ Editor de Esportes 09/09/2020 às 17h37
Em "filme repetido", Sampaio goleia o Juventude e se aproxima da decisãoO atacante Jackson fez um dos gols do Sampaio (Lucas Almeida/Sampaio)

SÃO LUÍS – O filme se repetiu! Assim como na última rodada do 1º turno do Estadual, quando goleou o Juventude Samas, por 5 x 1, no estádio Pinheirão, em São Mateus, o Sampaio Corrêa foi a casa do adversário novamente, só que desta vez pelas semifinais da competição, e voltou para São Luís com um ótimo resultado. Na tarde desta quarta-feira, 9, a Bolívia Querida fez 4 x 0 no rival, e ficou mais perto de uma vaga na decisão. A partida da volta está marcada para a próxima quarta-feira, 16, às 19h, no estádio Castelão. O time da capital pode perder por até três gols de diferença para garantir sua classificação.

Domínio tricolor

Com um sol bastante forte na cidade de São Mateus, os 10 primeiros minutos da partida foram de apenas toques para o lado e raras tentativas de infiltrações, por parte das duas equipes, e quase nada acontecia. Depois deste início morno, apenas os donos da casa ainda tentavam algo, mas sem nenhuma efetividade. Já os visitantes, se limitavam a trocar passes. Cléber Pereira e Chico Bala eram os jogadores do Juventude que mais mostravam iniciativa no setor ofensivo, mas não conseguiam êxito. Enquanto isso o Sampaio seguia burocrático.

Mas, quando a partida parecia que seguiria sem emoção, veio, aos 28 minutos, um gol inesperado do Sampaio. Em rápida trama, o ataque do Tricolor tabelou com qualidade, e a bolou ficou livre dentro da área para o atacante Roney fuzilar para as redes do goleiro Igor: 1 x 0 para o time da capital. Aos 33, empolgado, o Sampaio subiu mais uma vez ao ataque, e, com uma bomba de fora da área do camisa 10 Marcinho, quase chega ao segundo, mas o goleiro Igor fez uma boa defesa.

Mesmo em desvantagem, e jogando em casa, o Juventude não conseguiu ameaçar adversário, nem mesmo depois da entrada do meia Márcio Diogo, que estava no banco, e substituiu Victor Salvador ainda no primeiro tempo. Depois dos 40 minutos a partida voltou a ficar sem graça, apenas o Sampaio ainda se arriscava para tentar ampliar, mas esbarrava na defesa do Samas.

Aos 45, Márcio Diogo, enfim, apareceu e, depois de uma boa jogada individual, lançou para Índio Potiguar, que entrou com uma certa liberdade pela esquerda, acertando um bom chute na direção do gol. Quase o Juventude deixava tudo igual. Aos 47, em um contra-ataque parecido com o do seu primeiro gol, a Bolívia Querida por pouco não chegou ao segundo; Jackson entrou sozinho, mas esbarrou na boa defesa de Igor.

Virou goleada

Logo aos seis minutos da etapa inicial, o Sampaio fez valer o seu maior volume no ataque, que acontecia desde a primeira etapa. Jackson recebeu um bom passe de Roney dentro da área e com um leve toque tirou do goleiro para fazer 2 x 0 para o Tubarão. Aos 12 minutos, pela primeira vez nesta parte final do jogo, o Juventude chegou ao ataque, com um bom chute de fora da área, com Alemão, que parou nas mãos de Gustavo.

Aos 15 minutos, o goleiro Igor protagonizou um lance bizarro, ao deixar escapar uma bola fraca que chegou ao gol. Sem ter nada a ver com isso, o camisa 10 Marcinho deixou a bola bater na sua perna e entrar no gol: 3 x 0 Sampaio. Virou goleada. Com o Juventude abatido, o Sampaio, mesmo sem muito esforço, continuava chegando mais perto do quarto gol. Aos 30, Diego Tavares mandou um petardo, que Igor espalmou para escanteio. Aos 34, Jackson acertou um voleio meio atrapalhado, depois de um bom cruzamento, e o quarto gol não veio mais uma vez por pouco.

O que já estava desenhado aconteceu aos 40 minutos. Robson fez uma boa jogada individual, e bateu de perna esquerda no canto esquerdo para fazer 4 x 0 para o Sampaio. Já nos acréscimos, aos 48, em um lampejo raro do Juventude durante a partida, Anderson Alagoano subiu mais do que a zaga adversária e acertou uma linda cabeçada, que foi defendida por Gustavo. Em seguida, o árbitro encerrou o confronto. Goleada do Sampaio, por 4 x 0, que ficou mais próximo da decisão.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 0 X 4 SAMPAIO

Local: Estádio Pinheirão, em São Mateus-MA // Data: 9 de setembro de 2020 (quarta-feira) // Horário: 15h30(de Brasília) // Árbitro: Ranilton de Sousa // Assistentes: Antônio de Oliveira e Adriana Oliveira de Carvalho

JUVENTUDE

Igor; Diego Renan, Dedé (Anderson), Betão e Chico Bala; Rômulo, V. Salvador (Márcio Diogo), Doda e Alemão (R. Gladiador); Índio Potiguar e Cléber Pereira (Vargas)

Técnico: Marlon Cutrim

SAMPAIO

Gustavo, Luís Gustavo, Boa Ventura e Paulo Sérgio e João Victor; André Luís, Vinícius Kiss, Marcinho (Léo Costa) e Gustavo Ramos; Roney (Diego Tavares) e Jackson

Técnico: Léo Condé

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte