Geral | Pesar

Morre o escritor e jornalista Napoleão Sabóia

Dono de bom humor invejável, Napoleão cativava fácil com sua conversa fácil e muitas histórias vividas e comentadas de suas passagens por vários países
08/08/2020 às 12h53
Morre o escritor e jornalista Napoleão SabóiaNapoleão Sabóia era escritor e jornalista (Divulgação)

Rio - O escritor e jornalista Napoleão Sabóia, 82 anos, faleceu esta manhã em Copacabana, no Rio de Janeiro, onde morava há algum tempo.

Napoleão Sabóia era maranhense-cearense e, começou sua carreira em São Luís, no jornal O Imparcial, pertencente à cadeia dos Diários Associados. Foi em seguida, repórter político da Folha de São Paulo, antes de mudar-se para Paris, onde colaborou para a Rádio França Internacional, para a Veja e iniciou sua longa experiência de mais de 20 anos como correspondente do Jornal da Tarde e do Estadão.

Atendia às demandas das diversas editorias dos dois jornais, mas a ênfase maior de seu trabalho recaía sobre a parte cultural.

Napoleão guardava viva no espírito a fibra entusiasta de haver vivido entre o JT e o Estadão a mais bela página de sua trajetória profissional. Atualmente morava no Rio de Janeiro.

Em O Estado, escreveu diversas reportagens com seu estilo e bom humor peculiares. Sem falar no carisma, que cativava a todos sempre que esteve com todos na Redação.

Mas, seu último livro “Senhor da Festa” – que traz episódios cheios de humor de uma vida entre o estado do Maranhão, a cidade de São Paulo e Paris -, teve grande lançamento no fim do ano passado, em São Paulo, onde nutria muitas amizades de uma vida ligada ao jornalismo paulista.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte