Cidades | Para marcar o tempo

Referência cotidiana, os relógios históricos de São Luís persistem

Acessórios, enquanto em funcionamento, eram referência para o controle do tempo no dia a dia da cidade; além disso, eram e ainda são, peças de complemento arquitetônico da cidade
Thiago Bastos / O Estado 01/08/2020 às 00h59

SÃO LUÍS - Houve um tempo em que São Luís não dependia de aparelhos celulares ou relógios de pulso para saber o horário oficial e, desta forma, assimilar a noção de tempo em uma cidade que andava em um ritmo bem diferente do atual. Desde meados do século XVIII, a capital maranhense registra a instalação de relógios, considerados históricos, não somente pelo aspecto temporal e de modificação da configuração urbana, como pelo caráter visual e agregador dos elementos arquitetônicos, especialmente de construções religiosas.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte