Vida | Comportamento

Ensaio discute práticas e discursos sobre a velhice na pandemia

Em depoimentos, idosos relatam depressão, ansiedade e medo gerados pelo descaso com a pandemia, além de se sentirem ridicularizados com piadas na internet
Margareth Artur - Portal de Revistas USP 23/07/2020 às 12h21

SÃO PAULO- A revista Cadernos de Campo traz um ensaio sobre a relação entre a pandemia de covid-19 e a velhice em texto do antropólogo Carlos Eduardo Henning, professor de Antropologia da Faculdade de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Goiás. Henning faz uma análise do momento da vida pelo qual todos passam ou passarão, fase difícil por vários aspectos, como limitações físicas e de saúde, de oportunidades de trabalho, emocionais, sociais e familiares. Muitas vezes o idoso é alvo de piadas, sentindo-se abandonado e angustiado por ser posto à margem em uma sociedade que despreza e desvaloriza os mais velhos.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte