Geral | Campanha de vacinação

Maranhão é oitavo estado com mais números de casos de sarampo em 2020

Até o último dia 26 de junho, o estado contabiliza 17 casos de sarampo, sem nenhum óbito até o momento
Kethlen Mata/ O Estado 18/07/2020 às 15h30
Maranhão é oitavo estado com mais números de casos de sarampo em 2020Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que a meta para o ano é vacinar mais de 530 mil pessoas (De Jesus / O ESTADO)

São Luís – A campanha de vacinação contra o Sarampo vem acontecendo desde o dia 16 de março, no entanto, até o último dia 15 de julho, foram vacinadas 3,7 milhões de pessoas que compõem o público-alvo da quarta etapa da campanha – adultos entre 20 e 49 anos – ao todo, são 90 milhões de pessoas, ou seja, somente, 4,2% do público-alvo está devidamente imunizado. Por esse motivo, a campanha foi prorrogada até o dia 31 de agosto. É importante ressaltar que a vacina é a principal forma de prevenção contra a doença.

Segundo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, o Maranhão é oitavo estado brasileiro com mais números de casos confirmados da doença em 2020, até o último dia 26 de junho, o estado contabiliza 17 casos de sarampo, sem nenhum óbito até o momento.

O Sarampo é uma doença infecciosa grave, mas muito rara, que se espalha pelo ar por gotículas respiratórias produzidas ao tossir ou espirrar. Os sintomas surgem apenas de 10 a 14 dias após a exposição causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando a pessoa doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. O Brasil registou 18.203 casos de sarampo em 2019, quando 15 pessoas morreram em razão da doença. A grande maioria ocorreu em São Paulo, seguido do Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Santa Catarina, Minas Gerais e Pará. No mesmo ano o Maranhão aplicou cerca de 59.834 mil doses de vacina durante o ano.

Campanha

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que a meta vacinação para o ano é vacinar mais de 530 mil pessoas. O público-alvo abrange pessoas entre 20 e 49 anos que não se vacinaram contra a doença ou que não receberam o reforço das doses. O fotógrafo, Leonardo Mendonça de 30 anos, faz parte do público-alvo da campanha e desde a quinta-feira passada (9), já se imunizou contra a doença. “Um dos motivos foi que a minha dose do sarampo não estava renovada. Aproveitei e tomei a de H1N1 conjuntamente”, afirma. Ele conta que a preocupação com a saúde o fez se dirigir ao posto mais próximo da sua casa para se vacinar. “Queria mesmo me imunizar, visto que nos últimos tempos a gente com a pandemia fica bem mais preocupado com doenças infectocontagiosas”, explica.

Postos de Saúde

A Semus comunica que a vacina está disponível em 52 postos de saúde e em três escolas da capital. Leonardo Mendonça se dirigiu até o posto Dr. Salomão Fiquene, no bairro Cohatrac, ele diz que a distribuição de senhas no local pela manhã acabou antes das 10h30, ele só foi atendido por volta de 12h. “Só tinha uma pessoa aplicando as vacinas, o que deixou o processo mais lento mesmo. Teve muita espera, ao menos, o distanciamento social estava sendo cumprido”, ressalta.

Leonardo também se surpreendeu com algumas pessoas sem máscaras no local. “Os que iam se vacinar sim, eu vi alguns casos de acompanhantes sem máscara ou com elas abaixadas, inclusive, uma delas era uma idosa”, frisa.

Outras regiões

O Brasil permanece com surto de sarampo nas cinco regiões. A Região Norte apresenta cinco estados com surto, a Região Nordeste seis, a Região Sudeste três, a Região Sul três, e a Região Centro-Oeste quatro estados. No Brasil, entre as semanas epidemiológicas 01 a 26 de 2020 (29/12/2019 a 27/06/2020), foram notificados 12.508 casos de sarampo, confirmados 5.642 (45,1%), descartados 5.500 (44,0%) e estão em investigação 1.366 (10,9%).

Os estados do Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina concentram o maior número de casos confirmados de sarampo, totalizando 5.476 (97,1%) casos. Os óbitos por sarampo ocorreram nos estados do Pará 3 (60,0%), Rio de Janeiro 1 (20,0%) e São Paulo 1 (20,0%).

Disponível

Mesmo que a campanha tenha um público-alvo, ela não é exclusiva para a faixa etária de 20 a 49 anos de idade. “ A vacina é da rotina do calendário de vacinação. Com início aos 12 meses de idade e a 2° dose aos 15 meses. Portanto, quem estiver nesta faixa etária também poderá ser vacinado, independentemente de campanha”, confirma a Semus, em nota.

O Estudante Thayllon Barcelos, de 22 anos, também está inserido no público-alvo da vacinação, porém, ainda não foi tomar a vacina contra o Sarampo. “Geralmente acontecem campanhas de vacinação na minha igreja e me vacino lá mesmo, só que por conta da pandemia não me atualizei sobre essa”, afirma.

SAIBA MAIS

Locais de vacinação

1. Centro de Saúde Dr. Paulo Ramos - Rua do Passeio, 236 – Centro.

2. CTA Lira (atendimento específico) - Praça São Roque Lira, S/N – Lira.

3. U.M Itaqui-Bacanga - Avenida dos Portugueses

4. C. S. Clodomir P. Costa - Av. Odilo Costa Filho, S/N – Anjo da Guarda.

5. C. S. Valdecy Eleoteria Martins (Paraíso) - Av. Sarney Filho - Vila Embratel.

6. C. S Yves Parga - BR 135, S/n – Vila Maranhão.

7. C.S. Vila Nova - Praça Raimundo de Sousa Gomes, S/N – Vila Nova.

8. Hospital Aquiles Lisboa - R. José Sarney, s/n – Bonfim.

9. C.S. da Vila Embratel - Rua 14 S/N – Vila Embratel.

10. C.S. do Gapara - Rua Projetada S/N Gapara.

11. C.S Bairro de Fátima - Rua Ademar de Barros, S/N – Bairro de Fátima.

12. U.M Coroadinho – Rua da Vitória, S/N – Coroadinho.

13. C.S. Dr. Antônio Guanaré - Rua da Vitoria – Coroadinho.

14. U.M. Bequimão - Av. do Contorno s/n Bequimão.

15. C.S. Amar - Rua Deputado Luís Rocha, S/N – Vicente Fialho.

16. C.S. Radional - Rua G, S/N – Radional.

17. C.S. Vila Lobão - Estrada da Vitória, Nº 8 – Vila Lobão.

18. C.S. João de Deus - Rua Gardênia Ribeiro Gonçalves, S/N – João de Deus.

19. U.M. São Bernardo - Rua São Benedito, Nº 185 – São Bernardo.

20. C.S Santa Bárbara - Rua Principal, Nº 180 – Santa Bárbara.

21. PS Coquilho - Avenida Principal 10 A, 10 - Vila Coquilho.

22. C.S. Drª Nazaré Neiva - Rua 15, Nº 01 – São Raimundo

23. USF Maria Ayrecila II - Rua 16, Qd 82, Bloco C, S/N – Cidade Olímpica.

24. USF Jailson Alves III - Rua 7, Qd 83, Casa 1 – Cidade Olímpica.

25. USF Santa Clara - Rua Lucy Sarney, S/N – Santa Clara.

26. USF Santa Efigênia - Rua Tancredo Neves, S/N – Santa Efigênia.

27. USF Pirapora - Rua 3, Qd B, S/N – Tirirical.

28. C.S. Vila Janaina - R. da Saudade, 148 - Cidade Operária.

29. UBS Dr. Expedito Alves de Melo – Av. 4, Qd 36, Casa 11 – Cidade Olímpica.

30. C.S Cohab - Anil - Rua 04, S/N – IV Conj. Cohab – Anil.

31. C.S Salomão Fiquene - Av. Leste Oeste, S/N – Cohatrac.

32. C.S Djalma Marques - Av. Celso Coutinho, S/N – Ipem Turu.

33. CTA Anil (atendimento especifico) - Av. São Sebastião, S/N – Anil.

34. C.S. Itapera - Rua Principal, Nº 31 – Itapera.

35. C.S. Quebra Pote - Praça do Cemitério, S/N – Quebra Pote.

36. C.S. Pedrinhas I - BR 135, Km 12, Nº 26 – Pedrinhas.

37. C.S. Pedrinhas II - Rua da União, S/N – Pedrinhas.

38. C.S. Tibiri - Rua Santo Antônio, S/N – Tibiri.

39. C.S. Maracanã - Estrada da Vitória, S/N – Maracanã.

40. USF Coqueiro - Rua da Vitória, S/N – Coqueiro.

41. C.S. Mª de Lourdes Rodrigues (Rio Grande) - Rua Bom Jardim, 385- Rio Grande.

42. C.S Vila Itamar - Rua do Fio, S/N – Vila Itamar.

43. Unidade de Saúde da Família Vila Sarney, km 7, BR-135

44. CS Fabiciana de Moraes - Rua 3, Qd 7, s/n – Habitat Nice Lobão

45. CS Laura Vasconcelos - BR-135, Km, 23, s/n, Vila Maranhão, Região da Estiva

46. CS São Raimundo - Vila Mauro Fecury, s/n – São Raimundo

47. CS Turu - Avenida 07, S/N, Conj. Hab – Turu

48. USF São Francisco - Rua das Paparaúbas, quadra 13, lote 31, são Francisco

49. CS Liberdade - Rua Epitácio Pessoa, 323 – Liberdade

50. CS Genésio Ramos Filho - Rua 13, s/n - Cohab Anil

51. CS Carlos Macieira - Avenida dos Africanos, s/n – Sacavém

52. CEM Cidade Operária (funciona dentro da UPA Cidade Operária) - Avenida Principal, Cidade Operária

Escolas

1. UEB Felipe Conduru - Avenida Guajajaras, 115.

2. UEB Frederico Chaves - Rua Presidente Dutra, São Francisco

3. Escola Militar Tiradentes – Rua Gabriela Mistral – Vila Palmeira

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte