Alternativo | Entrevistas

Letrux é a convidada da série de entrevistas Um Certo Alguém, do Itaú Cultural

A cantora se junta a nomes como Tom Zé, Natalia Borges Polesso e Elza Soares, os quais já passaram, nas últimas três semanas, pela recente iniciativa do site
09/07/2020 às 11h52
Letrux é a convidada da série de entrevistas Um Certo Alguém, do Itaú CulturalDivulgação

São Paulo - Nesta quinta-feira (9), às 13h, é vez da cantora e compositora Letrux dar as caras na série de entrevistas Um Certo Alguém, promovida pelo Núcleo de Comunicação do Itaú Cultural no site da organização www.itaucultural.org.br. Nela, semanalmente um convidado conta rapidamente, respondendo quatro perguntas, suas perspectivas, entrelaçando passado, presente, futuro, desejos e inquietações. Na próxima quinta-feira, a entrevistada é Valéria Barcellos.

Buscando um ponto de vista pessoal, as perguntas feitas são respectivamente: qual é a história da sua maior saudade? o que você mais quer agora? como imagina o amanhã? e quem é você? À primeira vista, podem parecer simples, mas para a meio caótica e meio cósmica Letrux, como a própria se define, elas podem render muito. Primeiro ela conta da falta da prima, Mariana. “Ela era feminista, tinha ideias muito avançadas para a época. Foi a única pessoa da minha família que me falou ‘você vai fazer isso pra sempre’, quando foi ver uma pecinha de teatro que eu fiz no colégio, aos 13 anos”, diz Letícia Pinheiro Novaes, que sonha com a prima até hoje, décadas depois de sua morte. Além de musicista, ela é astróloga, capricorniana, e quer mesmo agora, tomar um banho de mar. Além disso gostaria ainda mais de uma outra coisa, uma vacina para o coronavírus, desejo este partilhado por todo o mundo.

Diante do momento atual, ela prefere se conter, na esperança de um amanhã mais justo, empático e astral. Essa é inclusive uma estratégia para controlar a ansiedade, que, para muita gente, veio junto no pacote da suspensão social. “Estou em uma fase sem fazer projeção futura, tenho achado melhor para minha ansiedade e por conta do confinamento só pensar no agora e no hoje”, conta ela, que diante do espelho diz ver luz e sombra, risos e choros.

Com a programação suspensa desde o dia 17 de março em razão da pandemia do novo coronavírus, a organização tem intensificado a produção de materiais e conteúdos pensados para toda a família, ampliando a produção de conteúdo para diversos públicos, como podcasts, cursos de EAD e vídeos, no site e redes sociais da instituição e na Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. Para acessar: www.itaucultural.org.br.

Para acessar as edições anteriores de Um Certo Alguém:

Tom Zé: https://www.itaucultural.org.br/secoes/entrevista/tom-ze-um-certo-alguem

Natalia Borges Polesso: https://www.itaucultural.org.br/secoes/entrevista/elza-soares-um-certo-alguem

Elza Soares: https://www.itaucultural.org.br/secoes/entrevista/elza-soares-um-certo-alguem

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte