Política | Covid-19

"Não haverá uma falta de fiscalização, mas não haverá uma hiper fiscalização", diz Dino

Governador Flávio Dino diz que é preciso a consciências das pessoas ao frequentar bares e restaurantes que voltam a funcionar neste sábado, 27
Carla Lima/Editora de Política26/06/2020 às 10h35
"Não haverá uma falta de fiscalização, mas não haverá uma hiper fiscalização", diz DinoDino disse que população precisa ter consciência ao voltar frequentar bares e restaurantes (Reprodução)

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse na manhã desta sexta-feira, 26, que não caberá à gestão estadual fazer fiscalizações minuciosas nos bares e restaurantes quando estes setores voltarem a funcionar. Segundo o comunista, é necessário que a população tenha consciência ao frequentar estes locais. Dino disse que haverá fiscalização, mas não caberá a ele "ser tutor" das pessoas para evitar aglomerações.

"Sou governador do Maranhão e não tutor das pessoas. É necessário que todos tenham consciência ao frequentar bares e restaurantes. A função do governo do Estado é estabelecer regras para o funcionando, orientar", afirmou Dino.

Ainda de acordo com o gestor, serão feitas fiscalização, mas estas voltadas a questão do uso de máscaras, limpezas dos ambientes e também de pratos, talheres. "Não haverá falta de fiscalização, mas também não haverá uma hiper fiscalização", disse o governador.

Pelo decreto governamental, os bares e restaurantes poderão voltar a funcionar neste sábado, 27, a partir da meia noite.

Shoppings

Sobre o funcionamento das praças de alimentação de shoppings, Flávio Dino disse que até esta tarde da sexta-feira, 26, o governo estadual terá uma decisão a respeito de como poderá funcionar o setor.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte