Cidades | Descaso

Marcas de vandalismo no Complexo Deodoro perduram

Reforma foi entregue em dezembro de 2018; 1 ano e meio depois, monumentos e bancos do logradouro continuam sendo alvo de depredação e descaso pela população que usufrui do espaço
Kethlen Mata/ O Estado 26/06/2020

São Luís – O Complexo Deodoro é formado pelas praças Deodoro e Pantheon, e as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro. A reinauguração do espaço, aconteceu em 22 de dezembro de 2018, e completará dois anos em 2020, no entanto, desde 2019 o Complexo já apresenta marcas de vandalismo, muitas ainda não foram reparadas, como as placas de identificação dos intelectuais maranhenses que fazem parte da paisagem da Praça do Pantheon, em frente à Biblioteca Benedito Leite. Outros sinais de descaso da população, são encontrados facilmente, em uma rápida caminhada no local.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte