Geral | Desinfecção

Luz UV é forte aliada no combate ao Coronavírus

A luz já é utilizada para desinfecção de ambientes hospitalares, aviões, bancos e, inclusive, no tratamento de água
Com informações do Estadão Conteúdo25/06/2020 às 09h14
Luz UV é forte aliada no combate ao CoronavírusReprodução

São Paulo - Desde anunciada a pandemia do novo coronavírus no final de 2019, o mundo todo vem se mobilizando para descobrir novas alternativas de desinfecção, prevenção e combate ao vírus. Enquanto pesquisas com vacinas e medicações estão a todo vapor, outras tecnologias empolgantes vêm se destacando e uma delas é a lâmpada UV.

Essas lâmpadas geram emissão da luz UV-c, que é uma onda de luz mais curta do que as ondas visíveis, e já é utilizada para desinfecção de ambientes hospitalares, aviões, bancos e, inclusive, no tratamento de água há muito tempo. Essa luz elimina bactérias e vírus do ambiente ao provocar uma ruptura no RNA e DNA dos micro-organismos, inativando-os.

Devido ao custo relativamente baixo e à alta eficácia em ambientes internos, essa tecnologia tem sido empregada mais comumente em consultórios médicos, salões de beleza, laboratórios e consultórios odontológicos, como explica o dentista Dr. Sergio Barbosa, da SB Odontologia Especializada. 'A exposição a vírus e bactérias no dentista é extremamente alta, com gotículas de saliva e aerossóis dos nossos equipamentos indo para o ar a todo momento. A desinfecção de superfícies sempre foi feita seguindo as recomendações, porém, hoje, com o coronavírus, a limpeza tanto das superfícies quanto do ar da sala precisa trazer uma segurança impecável. É aí que entram as lâmpadas UV, como usamos em todos os ambientes da nossa clínica'.

Ele continua: ' Várias medidas foram tomadas com a pandemia, como evitar aglomerações na sala de espera, proteção individual para todos os funcionários e pacientes e espaçamento de atendimento em cada sala, porém, com a tecnologia UV, deixamos a luz ligada de 10 a 15 minutos depois de cada atendimento e a quantidade de vírus e bactérias é drasticamente reduzida, quando não, zerada. Com a luz UV somada aos cuidados de desinfecção prévios, o atendimento fica muita mais seguro'.

As lâmpadas UV podem ser encontradas de diferentes formas. Hoje, por exemplo, é possível encontrá-las em pequenos tamanhos, como um abajur, que ao usar essas lâmpadas emite, de forma focada, a luz UV ou então na forma de lâmpadas de teto, que atingem todo o ambiente. A luz UV, porém não pode ser exposta a pessoas e seres vivos, pois emite forte radiação que pode ser lesiva à pele. Portanto, todo cuidado é pouco. Mas se usada com os devidos cuidados, ela pode fazer muita diferença na luta contra o coronavírus: 'A luz UVC tem o potencial de ser um divisor de águas', disse David Brenner, professor de biofísica de radiação e diretor do Centro de Pesquisa Radiológica da Universidade Columbia, em entrevista ao Columbia News.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte