Vida | Dia Internacional do Leite

Confira 5 curiosidades sobre o alimento mais consumido no mundo

Conhecer as características dos tipos diferentes do produto, seus benefícios e os cuidados no transporte são essenciais para a manutenção das propriedades do leite
24/06/2020 às 16h28
Confira 5 curiosidades sobre o alimento mais consumido no mundoo leite é rico em proteínas, carboidratos, gorduras, sais minerais e vitaminas (Divulgação)

São Paulo - Hoje, 24 de junho, é comemorado o Dia Internacional do Leite. A data foi estabelecida em 2001 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO), com o objetivo de ressaltar para a população a importância dos lácteos para a manutenção de uma alimentação nutritiva e equilibrada. Ainda de acordo com a FAO, o alimento e seus derivados, os lacticínios, são o grupo de alimentos mais consumidos no mundo, ficando à frente do trigo, arroz e batata. No entanto, há alguns cuidados e necessidades específicas, principalmente no transporte refrigerado e conservação do produto, para que o leite mantenha suas propriedades.

• Benefícios para a saúde

Considerado um dos alimentos mais nutritivos, o leite tem grande importância na alimentação humana. É rico em proteínas, carboidratos, gorduras, sais minerais e vitaminas, além da presença do cálcio - mineral responsável pela formação dos ossos. Com o consumo regular do leite, pode-se prevenir inúmeros problemas ósseos e nas articulações. O alimento ainda possui as vitaminas A, B1 e B12 e o manganês, responsável por auxiliar o funcionamento do cérebro.

• Tipos mais comuns

Os tipos de leite mais consumidos atualmente são o A e o UHT. O primeiro não possui estabilizantes e é pasteurizado a uma temperatura de 62° a 75°. Após a pasteurização, o leite é resfriado imediatamente, sendo levado a uma temperatura de 2°C a 4°C em menos de 10 segundos. Isso é feito para evitar a proliferação dos microrganismos que restam após a pasteurização. Já o leite comercializado em caixinhas, o UHT, que a sigla em tradução livre significa 'temperatura ultra alta', é aquecido a uma temperatura de até 150°C na pasteurização. Para evitar que o leite coagule devido à exposição de altíssima temperatura, o produto precisa receber estabilizantes. Devido ao processo livre de agentes químicos, o leite A possui validade de apenas 11 dias após o engarrafamento. Os dois tipos podem ser encontrados nas categorias integral, semidesnatado ou desnatado.

• Brasil: protagonista na produção mundial

De acordo com a FAO, o Brasil é um dos cinco maiores produtores mundiais de leite, ficando atrás apenas de Índia, Estados Unidos, China e Paquistão. São mais de 350 municípios brasileiros que apresentam uma produtividade superior à da Nova Zelândia, por exemplo, que atualmente produz 4 mil litros por vaca. Em alguns municípios brasileiros, os números são mais expressivos (acima de 6 mil litros por vaca), o que se compara ao nível de produção de alguns países da Europa.

• Gordura do leite aumenta o colesterol bom

A gordura presente no leite não é do tipo que só eleva o colesterol LDL, considerado ruim. Ela ajuda principalmente a aumentar o colesterol HDL, que promove efeitos positivos no organismo. O papel do HDL é remover o excesso de colesterol dos tecidos e levar para o fígado, onde será degradado. O processo é conhecido como transporte reverso e, por conta dessa propriedade, a lipoproteína também é conhecida como "colesterol bom", uma vez que atua para retirar o excesso de colesterol do organismo.

• Transporte requer cuidados especiais

Para o transporte do leite e sua conservação, a refrigeração adequada é essencial. No caso do Tipo A, o produto deve ser transportado a uma temperatura de 4° graus. Para garantir que o produto mantenha suas características e propriedades, é fundamental que o leite não passe por mudanças de temperaturas ao longo do trajeto até o ponto de venda e que fique armazenado nas respectivas geladeiras dos estabelecimentos para garantir a qualidade no consumo.

De acordo com Roberto Hira, Gerente de Planejamento de Vendas e Atendimento ao Cliente da Thermo King, empresa líder em soluções para controle de temperatura para o transporte, as empresas responsáveis pelo transporte precisam garantir a refrigeração para manter a qualidade do produto. "Assumimos o compromisso com a cadeia do frio para manter produtos tão importantes como o leite preservados. Os equipamentos e soluções fornecidos pela Thermo King permitem que o produto chegue com a maior qualidade possível ao consumidor", explica.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte