Esporte | Volta mesmo?

Futebol no Maranhão tem data de retorno, mas sem definição de protocolo sanitário

FMF e clubes decidiram que o Estadual será retomado no dia 5 de agosto, mas regras sobre segurança médica durante a pandemia não foram definidas
Eduardo Lindoso/ Editor de Esportes 23/06/2020 às 16h18
Campeonato Maranhense não terá alteração nos locais das partidas

SÃO LUÍS – Apesar de datas terem sido divulgadas, o futebol no Maranhão ainda segue com uma grande pergunta. Quando volta? Isso porque na reunião virtual que foi realizada nesta terça-feira (23) ficaram definidos apenas dois pontos: o Campeonato Estadual pode ser retomado no dia 6 agosto e o restante da competição será disputado como prevê a tabela, com jogos sendo realizados no interior e na capital. Mas, no entanto, uma questão primordial, que é o protocolo sanitário que deve ser adotado no retorno das atividades esportivas no estado - segundo exigência do governo estadual e orientação da CBF -, foi debatido de forma secundária e o encontro foi encerrado sem nenhuma definição sobre esse assunto.

Nessa reunião virtual, que teve a participação dos representantes dos clubes e o presidente da Federação Maranhense de Futebol, Antônio Américo, e o vice-presidente de competições da entidade, Hans Nina, ficou definido que na segunda-feira, 6, os treinamentos das equipes poderão ser retomados. Ficou deliberado, também, que no dia 4 de julho se encerra o prazo para registro de atletas que já atuaram por outros clubes nesta edição do Estadual. Ficando assim, o retorno para o retorno da edição 2020 do Campeonato Maranhense marcado para o dia 5 de agosto, quase um mês após o reinicio dos treinamentos.

Sede única

Sobre a possibilidade aventada de o certame ser realizado somente em São Luís, principalmente por conta do crescimento dos casos da Covi-19 no interior do estado, que hoje já tem 214 municípios afetados pela pandemia, foi deliberado que a tabela não será modificada, portanto as partidas seguem sendo disputadas pelas equipes em suas respectivas casas.

Maranhão, Sampaio, Moto e Pinheiro optaram por jogar apenas em São Luís, mas Cordino, São José, Juventude e Imperatriz não seguiram a mesma ideia. O argumento dos clubes que optaram por jogar apenas na capital foi justamente o risco de contaminação nas viagens, mas as agremiações que foram contra afirmam que essa decisão tiraria a isonomia da disputa.

A FMF, porém, afirmou que vai esperar o que acontecerá neste mês de julho em relação aos números da pandemia no estado para, posteriormente, após orientações do governo do estado, decidir se, de fato, os jogos poderão ser disputados no interior.

Sem protocolo sanitário?

Reunião virtual realizada, nesta terça-feira (23), entre dirigentes de clubes e da FMF

Como a pandemia do novo coronavírus ainda segue em curso em praticamente o mundo inteiro, todas as atividades esportivas que estão sendo retomadas, principalmente na Europa, estão sendo realizadas com base em protocolos sanitários, que vão de regras básicas, como testes para a Covid-19 em todos os atletas, comissões técnicas e arbitragem, até medidas mais extremas, como evitar cuspir no gramado. O único realizado no Brasil, até o memento, entre Flamengo e Bangu, pelo Campeonato Carioca, seguiu quase todas essas determinações. E, aqui no Maranhão, segundo a própria FMF, assim como o governo estadual orientou, o futebol maranhense também seguirá essas diretrizes, porém, até o momento nada foi definido.

O presidente da FMF, Antônio Américo, já afirmou que entidade não tem condições de arcar com os custos da implementação deste protocolo, que, segundo o próprio dirigente, deve custar cerca de R$ 150 mil. O governo também já sinalizou que não pretende bancar esse valor, já que tem como prioridade outros setores da sociedade, como o funcionalismo público.

Portanto, mesmo como todas as datas de um possível retorno definidas, essa retomada segue sendo, ainda, uma grande incógnita.

Guia médico da CBF

Além do protocolo sanitário, o futebol do Maranhão deve seguir, também o “Guia Médico” da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo a CBF, esse guia, que foi recomendado aos clubes do futebol brasileiro, Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde do Brasil (MS), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB).

“As medidas de proteção para o retorno das atividades de futebol apresentadas seguem rigorosamente práticas de segurança e assistência para atletas, membros das comissões técnicas, funcionários e colaboradores, que devem ser implementadas em concordância com as normas estabelecidas pelas autoridades de saúde locais”, diz a CBF.

*Calendário de retorno do futebol no MA

06/07 - segunda – Possibilidade de reinício dos treinamentos

04/08 – terça – Encerramento do prazo para registro de atletas que já atuaram no Campeonato por outros clubes da competição

05/08 - quarta – Reinício do Campeonato - Imperatriz x Sampaio Corrêa / Juventude x Maranhão

08/08 - sábado –

7ª rodada da 1ª fase
Moto x Maranhão
Cordino x São José
Juventude x Sampaio Corrêa
Imperatriz x Pinheiro
12/08 - quarta – Jogos de ida da 2ª fase

**15/08 – sábado – Jogos de volta da 2ª fase
19/08 – quarta – Jogos de ida das Semifinais
22/08 - sábado – Jogos de volta das Semifinais
26/08 (quarta) ou 29/08 (sábado) – Jogo de ida da Final
29/08 (sábado) ou 05/09 (sábado) – Jogo de volta da Final

*O calendário dependerá da continuidade da melhoria dos índices epidemiológicos e das decisões governamentais

**Datas sujeitas a alterações de acordo com o Calendário CBF

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte