Geral | Caso Queiroz

TJ do Rio autoriza prisão de Márcia Oliveira de Aguiar , mulher de Fabrício Queiroz

Márcia Oliveira de Aguiar declarou-se como cabeleireira, mas consta como assessora de Flávio Bolsonaro entre 2007 e 2017 na Assembleia Legislativa do Rio
Com informações de O Globo18/06/2020 às 08h50
TJ do Rio autoriza prisão de Márcia Oliveira de Aguiar , mulher de Fabrício QueirozMárcia Oliveira Aguiar (Divulgação)

RIO DE JANEIRO- Após a prisão do marido Fabrício Queiroz, na manhã desta quinta-feira (18), a 27ª Vara Criminal do TJ do Rio de Janeiro expediu mandado de prisão contra a mulher dele, Márcia Oliveira de Aguiar. O casal e o senador Flávio Bolsonaro são investigados pelo esquema de "rachadinha" na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Márcia consta como assessora do gabinete de Flávio Bolsolanro na Assembleia Legislativa do Rio entre 2007 e 2017, ela foi um dos sete parentes que Queiroz tinha na estrutura do mandato de Flávio. No entanto, em um processo que ela moveu na Justiça, na mesma época, ela não mencionou ser assessora parlamentar e se declarou como cabeleireira.

Queiroz foi preso na operação denominada "Anjo" teve o apoio da Polícia Civil. Ele estava em um imóvel de Frederick Wasseff, advogado da família Bolsonaro, e foi levado para unidade da Polícia Civil no Centro da capital paulista. Ele passou pelo Instituto Médico Legal e foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Depois, deve ir para o Rio.

O mandado de prisão contra Márcia está sendo cumprido com auxílio da Polícia Federal. O TJ expediu mandado para ser cumprido no mesmo endereço em que Fabrício Queiroz foi preso. No entanto, ela não estava no local. Também há mandados contra ela no Rio. Os investigadores ainda não sabem o paradeiro dela.

.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte