Polícia | Pandemia

Covid-19: Justiça prorroga prisão domiciliar no Maranhão

Os apenados do grupo de risco de infecção do novo coronavírus vão passar mais 30 dias em casa e a determinação foi expedida pela 1ª Vara de Execuções Penais
17/06/2020

SÃO LUÍS - O Poder Judiciário prorrogou por mais trinta dias a prisão domiciliar para os apenados do regime semiaberto, que fazem parte do grupo de risco de infecção da Covid-19, novo coronavírus. Deste grupo estão idosos, hipertensos, portadores de HIV, diabéticos, doenças cardiovasculares, respiratórias ou renais crônicas, mulheres grávidas e lactantes. Até o último dia 15, o sistema prisional tinha contabilizado 44 internos com novo coronavírus e um óbito em decorrência dessa enfermidade.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte